Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento dos íons nitrato e potássio em Latossolo com aplicação de vinhaça submetida a diferentes tratamentos.

Processo: 11/04145-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Marcio Roberto Soares
Beneficiário:Fabiane Karen Godoy
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Potássio   Solos   Tratamento   Nitratos   Química do solo   Vinhaça

Resumo

A vinhaça é um efluente líquido com alta carga orgânica e possui importantes concentrações de nitrogênio (N-NO3- e N-NH4+) e de potássio (K+). Os compostos nitrogenados da vinhaça, a exemplo do nitrato, podem poluir o solo e a água subterrânea. O Relatório de Qualidade das Águas Subterrâneas da CETESB apontou aumento na concentração de nitrato nos aqüíferos, inclusive em áreas exploradas com cana-de-açúcar. Estudos mostram que há necessidade de tratar a vinhaça antes da sua disposição no solo, a fim de promover a degradação de compostos orgânicos e de substâncias tóxicas. Este projeto de pesquisa tem por objetivo principal avaliar o potencial poluidor da vinhaça in natura, concentrada e tratada quimicamente e microbiologicamente no solo e nas águas subterrâneas. Experimentos serão conduzidos em laboratório e avaliarão, principalmente, o comportamento dos íons NO3- e K+ em LATOSSOLO VERMELHO (LV) por meio dos métodos de adsorção tipo batch e da percolação em coluna de solo, incluindo a simulação do nível freático, buscando atender aos seguintes objetivos: (a) estimar a adsorção máxima de NO3- e K+; (b) estudar a mobilidade NO3- e K+ e alterações químicas (DQO, pH e CE) nas colunas de solo submetidas a diferentes dosagens (taxa, em m3 ha-1) de vinhaça; (c) verificar se os tratamentos da vinhaça, a taxa e a freqüência empregados podem gerar riscos de contaminação do solo e da água subterrânea e; (d) contribuir para o aprimoramento da norma CETESB P4.231, sugerindo a inclusão dos teores de NO3- no cálculo das taxas de aplicação de vinhaça e o tratamento da vinhaça antes da sua aplicação.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)