Busca avançada
Ano de início
Entree

Territorialidades em conflitos na Baía de Sepetiba Estudo de caso dos pescadores atingidos pelas zonas de exclusão de pesca do porto da Companhia Siderúrgica do Atlântico (ThyssenKrupp CSA).

Processo: 10/03755-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Sant'Ana Diegues
Beneficiário:Alissandra Pinheiro Lopes
Instituição-sede: Instituto de Energia e Ambiente (IEE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Pesca artesanal   Ciência ambiental

Resumo

A Baía de Sepetiba é uma formação estuarina considerada de especial interesse ecológico pela Constituição do Estado do Rio de Janeiro. Sua rica biodiversidade e excelentes condições oceanográficas contribuem significativamente para assegurar manutenção de modos de vida tradicionais de pesca, os quais dependem fundamentalmente dos recursos provenientes desse ecossistema. No entanto, ao estar localizada em uma região estratégica de relevante interesse econômico, a Baía de Sepetiba, torna-se fator de atratividade para a implantação de empreendimentos industriais e portuário. Dessa forma, as múltiplas possibilidades de utilização de suas águas, passam a ser objeto de disputa de diversos atores, constituindo um espaço de intensos conflitos socioambientais. Nesse sentido, o projeto de pesquisa em questão têm por finalidade investigar possíveis alterações na atividade da pesca artesanal de Pedra de Guaratiba, causadas pela zona de exclusão de pesca do porto da Siderúrgica do Atlantico-(ThyrssenKrupp CSA) na Baía de Sepetiba.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)