Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do processo inflamatório em lesões do colo uterino associadas à infecção por papilomavírus humano

Processo: 11/20499-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Ana Paula Lepique
Beneficiário:Karla Lucía Alvarez Fernández
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Inflamação   Progressão tumoral   Antígenos de vírus   Resposta imune   Neoplasias do colo uterino   Infecções por Papillomavirus

Resumo

Carcinoma do colo uterino é um tipo de câncer muito frequente entre mulheres, principalmente em países em desenvolvimento. O principal fator de risco para a formação destes tumores é infecção persistente por Papilomavírus humano (HPV) de alto risco oncogênico. Apesar dos mecanismos de evasão virais, a maior parte das mulheres infectadas por HPV, mesmo com lesões precurssoras, consegue eliminar o vírus naturalmente. Uma fração das mulheres infectadas, porém, eventualmente desenvolve de lesões de alto grau ou câncer. Dados da literatura indicam que mulheres com câncer apresentam aumento do número de células T reguladoras específicas para antígenos virais. Por outro lado, diversos trabalhos mostram que o infiltrado inflamatório tende a aumentar proporcionalmente ao grau das lesões, embora seu papel não seja conhecido. Este projeto tem como objetivo caracterizar qualitativa e funcionalmente a resposta inflamatória em lesões associadas ao HPV em mulheres, assim como o efeito sistêmico destas lesões sobre populações de células do sistema imune. Para tanto, estamos propondo um estudo prospectivo onde coletaremos coletadas do colo uterino contendo lesões associadas ao HPV em paralelo com uma amostra de sangue da mesma paciente. As amostras coletadas incluirão lesões de baixo ou alto grau e amostras de carcinoma invasivo de mulheres. Nas biópsias serão estudados a quantidade, o tipo e o fenótipo funcional, das células inflamatórias. Nas amostras de sangue estudaremos o fenótipo das células apresentadoras de antígenos e monócitos. As informações geradas serão extremamente relevantes do ponto de vista da história natural da doença, e também do ponto de vista terapêutico, uma vez que interferência nos processos inflamatórios poderá alterar a apresentação de antígenos virais e resposta imune aos mesmos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROSSETTI, RENATA A. M.; DA SILVA-JUNIOR, ILDEFONSO A.; R RODRIGUEZ, GRETEL; ALVAREZ, KARLA L. F.; STONE, SIMONE C.; CIPELLI, MARCELLA; SILVEIRA, CAIO R. F.; BELDI, MARIANA CARMEZIM; MOTA, GIANA R.; MARGARIDO, PAULO F. R.; et al. Local and Systemic STAT3 and p65 NF-KappaB Expression as Progression Markers and Functional Targets for Patients With Cervical Cancer. FRONTIERS IN ONCOLOGY, v. 10, . (14/19326-6, 13/26856-9, 16/16149-1, 18/16989-5, 11/20499-4)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FERNÁNDEZ, Karla Lucía Alvarez. Caracterização do infiltrado inflamatório no carcinoma cervical e em suas lesões precursoras.. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas (ICB/SDI) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.