Busca avançada
Ano de início
Entree

Correcao do paleo-polo do grupo itarare (bacia do parana,brasil) baseada nas anisotropias magneticas:implicacoes para a curva de deriva polar aparente do gondwana no permo-carbonifero reconstrucao...

Processo: 11/51204-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 30 de outubro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Maria Irene Bartolomeu Raposo
Beneficiário:Dario Bilardello
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Paleogeografia   Gondwana (supercontinente)   Carbonífero   Pangéa

Resumo

O objetivo desta pesquisa é determinar a contribuição da "baixa-inclinação" paleomagnetica das rochas sedimentares na curva de deriva polar aparente do Gondwana no período Carbonífero, com implicações para a reconstrução do Pangea. Dados paçeomagnéticos para esse período impõem uma sobreposição de dois grandes blocos continentais, Laurasia e Gondwana, no tradicional modelo Pangea tipo-A. Soluções tectônicas e geomagnéticas estão sendo propostas para um melhor o ajuste continental. Uma alternativa é mover o Gondwana para leste em relação à Laurasia, modelo Pangea tipo B, o que elimina a superposição dos blocos mas requer que uma mega-falha tenha existido no Permo-Carbonifero para colocar o Pangea na configuração mais aceitável Pangea A. Alguns autores abandonaram o modelo puramente de dipolo geocêntrico do campo geomagnético, o que é critico para todas as aplicações tectônicas do paleomagnetismo. Trabalhos recentes de Bilardello & Kodama mostram que as correções da baixa-iclinação das formações de rochas sedimentares Carboníferas do Gondwana podem eliminar completamente a sobreposição entre os dois grandes continentes. Serão estudadas nesta pesquisa as rochas Permo-Carboníferas das Formações do Grupo Itararé no Brasil. A correção será feita através dos métodos das anisotropias magnéticas, principalmente as de remanências magnética, as quais já foram aplicadas com muito sucesso nas rochas sedimentares Carboníferas da América do Norte. Os dados dos paleo-pólos corrigidos serão comparados com os da Laurasia e certamente ajudara a solucionar a controvérsia existente na reconstrução do Pangea. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BILARDELLO, DARIO; CALLEBERT, WILLIAM C.; DAVIS, JOSHUA R. Evidence for Widespread Remagnetizations in South America, Case Study of the Itarare Group Rocks From the State of Sao Paulo, Brazil. Frontiers in Earth Science, v. 6, NOV 1 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.