Busca avançada
Ano de início
Entree

O imaginário indiano na poesia de Cecília Meireles: "êxtase longo de ilusão nenhuma"

Processo: 10/20926-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Ana Maria Domingues de Oliveira
Beneficiário:Gisele Pereira de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/26278-5 - Cecília Meireles, Índia e Tagore, BE.EP.DR
Assunto(s):Índia   Imaginário   Poesia

Resumo

A leitura da obra ceciliana é, entre outros, um convite à contemplação mítica da vida, em oposição à apreensão desta em suas limitações e ditames do tempo e do sofrimento inevitável. Nesta "reinvenção", o tempo secular se transforma em intemporalidade, na medida em que o contingente se transfigura em imagem poética no tempo suspenso: o tempo mítico. O eu-lírico reorganiza a experiência caótica da vida numa transfiguração poética: através da contemplação silenciosa, há a tentativa de "curar o homem da existência no tempo", lembrando Mircea Eliade, numa produção poética com características de temporalidade circular, ou contínua. Este projeto tem como objetivo a análise e interpretação, de cunho estilístico, de poemas selecionados de diferentes livros: "Máquina breve", "Cavalgada", "Retrato em luar", "Lua Adversa" e "Cançãozinha para Tagore". Buscamos descrever o percurso que leva da contemplação silenciosa e solitária, ou a "consagração do instante", ao recolhimento interior e à depuração lírica, que se faz imagem subjetiva expressa esteticamente. Para tanto, nos parece essencial analisar as diversas influências em sua história. Partimos especificamente do pressuposto de que a Índia decidiu em grande parte a obra ceciliana, senão a própria pessoa de Cecília. Assim, faremos as análises interpretativas de seus poemas considerando o pensamento filosófico-religioso indiano e a visão de mundo e imaginário da poetisa a partir de seus encontros e encantos para com a Índia.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
. Cecília Meireles e a Índia: das provisórias arquiteturas ao êxtase longo de ilusão nenhuma. 2014. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Ciências e Letras. Assis Assis.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.