Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto da prática da atividade física moderada regular no retardo da imunossenescência de idosos

Processo: 11/18268-4
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Gil Benard
Beneficiário:Léia Cristina Rodrigues da Silva
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imunossenescência   Telômero   Atividade física   Idosos   Geriatria
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Atividade Física | Idosos | imunossenescência | telômero | Geriatria

Resumo

O processo de envelhecimento está associado com a desregulação do sistema imune, conhecida como imunossenescência. Os efeitos abrangem a alteração das respostas celulares tipo - Th-1/Th-2, com predomínio da resposta Th2 nos idosos. Há diminuição da produção de citocinas IFN-g e IL-2, e aumento da produção de IL-1, IL-4, IL-6, IL-8, IL-10 e TNF-alfa por leucócitos de idosos comparados com leucócitos de jovens. A redução da eficácia de resposta às imunizações e infecções nestes indivíduos pode estar atrelada à diminuição do número de células T naive e aumento do número de células de memória. Além disto, o acúmulo de linfócitos T CD8+CD28- nos idosos (a perda da expressão de CD28 sendo um marcador de senescência replicativa), também se correlaciona com uma diminuição do controle sobre a infecção. A prática da atividade física regular é considerada um modo de reduzir os impactos negativos causados pelo envelhecimento e imunossenescência. O objetivo deste estudo é verificar se nos indivíduos idosos submetidos à atividade física moderada regular (em treinamento para participação de provas de até 10.000 metros), ocorre retardo da imunossenescência. Serão estudados 40 indivíduos idosos atletas (> 65 anos), e 40 indivíduos sedentários de idade similar (>65 anos), que não apresentarem co-morbidades e/ou em tratamento com impacto significativo para o sistema imune, para ambos os grupos. Serão avaliadas as subpopulações de linfócitos T (CD8+CD28+ e CD8+CD28-; CD4+ naive e de memória) em relação a suas respostas proliferativas e síntese de citocinas (IL-2, IL-10, TNF-a e INF-g), o comprimento de seus telômeros, utilizando o método de Flow-FISH e marcadores de apoptose.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE ARAUJO, ADRIANA LADEIRA; RODRIGUES SILVA, LEIA CRISTINA; FERNANDES, JULIANA RUIZ; TOLEDO MATIAS, MANUELLA DE SOUSA; BOAS, LUCY SANTOS; MACHADO, CLARISSE MARTINS; GARCEZ-LEME, LUIZ EUGENIO; BENARD, GIL. Elderly men with moderate and intense training lifestyle present sustained higher antibody responses to influenza vaccine. AGE, v. 37, n. 6, . (11/18268-4, 11/08817-0)
RODRIGUES SILVA, LEIA CRISTINA; DE ARAUJO, ADRIANA LADEIRA; FERNANDES, JULIANA RUIZ; TOLEDO MATIAS, MANUELLA DE SOUSA; SILVA, PAULO ROBERTO; DUARTE, ALBERTO J. S.; GARCEZ LEME, LUIZ EUGENIO; BENARD, GIL. Moderate and intense exercise lifestyles attenuate the effects of aging on telomere length and the survival and composition of T cell subpopulations. AGE, v. 38, n. 1, . (11/18268-4, 11/08817-0)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Léia Cristina Rodrigues da. Impacto da prática da atividade física moderada regular no retardo da imunossenescência de idosos. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina (FM/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.