Busca avançada
Ano de início
Entree

O Debate sobre Educação e Ensino Secundário no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (1920-1930)

Processo: 11/16740-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História
Pesquisador responsável:Maria Rita de Almeida Toledo
Beneficiário:Thaís de Melo
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil

Resumo

A presente pesquisa propõe um estudo acerca do debate sobre a questão do ensino secundário situado nos anos 1920 e nos anos 1930. Derivado uma perspectiva que conferia à educação o papel de formação e encaminhamento para o progresso, e ao "poder civilizador da escola" é que, a partir da década de 1930, as determinações das reformas educacionais terão abrangência nacional na organização do sistema educacional, como as determinações presentes na Reforma Francisco Campos de 1931.Na perspectiva de localizar e problematizar o lugar da disciplina escolar História nesse debate em torno das propostas de reorganização do ensino secundário no Brasil dos anos 1920 e 1930, e os lugares de poder que produziram esses discursos, proponho tomar o Instituto Histórico Geográfico como uma das instituições que participaram da contenda e pensaram a articulação e os conteúdos do ensino de história nesses projetos de renovação do secundário.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)