Busca avançada
Ano de início
Entree

Material particulado em suspensão em rios de primeira ordem que drenam agroecossistemas com cana-de-açúcar

Processo: 11/09363-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Luiz Antonio Martinelli
Beneficiário:Gabriela Garcia Medeiros
Instituição Sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Impactos ambientais   Produção agrícola   Material particulado   Carbono
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:carbono | isotopo | material particulado | Ecologia Isotópica

Resumo

No atual cenário mundial de busca por fontes alternativas de energia renovável, insere-se o etanol, produzido a partir da cana-de-açúcar. O Brasil é um dos maiores produtores de etanol, com perspectiva de expansão das áreas de cultivo de cana-de-açúcar. Desta forma, torna-se imprescindível a minimização dos impactos ambientais decorrentes da produção agrícola. A erosão do solo é um dos principais impactos ambientais causados pela produção agrícola e pode ser avaliada a partir de análises do material particulado em suspensão nos corpos hídricos, o qual, por sua vez é influenciado por fatores como o uso da terra, topografia e precipitação. Dentro deste contexto, o presente trabalho tem como objetivo avaliar o impacto da erosão mecânica dos solos agrícolas em rios de primeira ordem que drenam agroecossistemas com cana-de-açúcar, correlacionando-o com as práticas agrícolas e o papel exercido pela vegetação ripária. Para tanto, será realizado um estudo do transporte e da composição isotópica do carbono (d13C) do material particulado em suspensão nos rios. Foram selecionadas quatro microbacias com predomínio de cobertura de cana-de-açúcar, considerando-se ainda a presença/ausência das áreas de preservação permanente (APP) como também diferenças entre áreas com cobertura de cana-de-açúcar atualmente cultivadas e áreas de cultivo abandonado. Serão coletadas amostras mensais no decorrer de um ano, analisando-se a concentração do material particulado em suspensão, com a distinção da fração grossa e a fração fina. Também serão analisados os teores de C total e d13C, utilizando-se um analisador elementar (Carlo Erba modelo EA 1110), acoplado a espectrometria de massa. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)