Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do laser terapêutico na fadiga muscular induzida por exercício físico em mulheres idosas

Processo: 11/08901-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ana Claudia Muniz Renno
Beneficiário:Patrícia Gabrielli Vassão Alves Arakaki
Instituição Sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Eletromiografia   Lactatos   Fadiga muscular   Fisioterapia
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:eletromiografia | Fadiga muscular | lactato | laser terapêutico de baixa potência | Fisioterapia

Resumo

O crescimento da população de idosos é um fenômeno mundial. O envelhecimento envolve uma série de alterações estruturais e funcionais do organismo que pode levar ao prejuízo no desenvolvimento das habilidades motoras, entre elas a sarcopenia. Dentro desse contexto, o treinamento de força se consolida como intervenção eficaz na diminuição dos efeitos deletérios desse processo. No entanto, o exercício de força prescrito para essa população envolve alguns riscos relacionados principalmente com a maior vulnerabilidade do sistema músculo-esquelético do organismo senil, que pode culminar em uma condição de estresse fisiológico como por exemplo, a fadiga. Essa pode gerar diminuição da força muscular, comprometimento do controle motor, dor muscular, e conseqüente declínio de performance durante o treinamento. Diante disso, a fadiga muscular e o exercício físico têm sido objetos de estudo da área de laserterapia. O laser por seu efeito biomodulatório apresenta-se como um recurso capaz de atenuar esses efeitos deletérios da fadiga, possibilitando um restabelecimento mais rápido das vias bioenergéticas do metabolismo do tecido muscular durante a realização do treinamento de força. Assim, esse estudo propõe analisar os efeitos do laser terapêutico de baixa potência (AsGaAl, 808nm, 250J/cm2, 100mw) no processo de recuperação da fadiga muscular induzida no quadríceps femural em mulheres idosas. Para isso, 30 mulheres entre 60 e 70 anos serão recrutadas e aleatoriamente distribuídas em duas sessões experimentais, com intervalo entre sessões de sete dias, aplicação de protocolos de exercícios para induzir a fadiga, aplicação LLLT ativo e placebo, com randomização para a determinação do laser ativo na primeira ou na segunda sessão. A análise da evolução no processo de recuperação da fadiga será realizada através da comparação entre a primeira e a segunda sessão de cada paciente, pelo lactato sanguíneo e eletromiografia (EMG) pré, durante, e pós-exercício. A eletromiografia será utilizada como método de avaliação da fadiga e do desempenho muscular.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)