Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação dos polimorfismos do CYP3A5 e da P-gP com nefrotoxicidade aguda ao tacrolimus em pacientes transplantados renais

Processo: 11/03377-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Eduardo Barbosa Coelho
Beneficiário:Diego Alberto Ciscato Cusinato
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nefrologia   Nefrotoxicidade   Farmacogenética   Transplante de rim   Citocromo P-450   Inibidores de calcineurina
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Abcb1 | citocromo P450 | Farmacogenética | inibidores de calcineurina | nefrotoxicidade | Transplante renal | Nefrologia

Resumo

Atualmente, cerca de 90% dos transplantados renais (Tx) são tratados com um regime baseado em inibidores de calcineurina (CNIs), porém a manutenção da concentração destes fármacos dentro faixa terapêutica é trabalhosa devido à alta variabilidade farmacocinética intra e interindividual. O presente projeto terá como objetivo principal avaliar a associação entre os polimorfismos genéticos da isoforma do citocromo P450 (CYP) 3A e da glicoproteína-P (P-gP), envolvidos no metabolismo e transporte intestinal dos CNIs, respectivamente e o desenvolvimento de nefrotoxicidade aguda ao tacrolimus (FK) em pacientes transplantados renais. Nossa hipótese em teste é a de que os polimorfismos que reduzem a função do CYP3A e da P-gP elevam a concentração plasmática do FK, proporcionando um maior risco de nefrotoxicidade. Para tanto, será realizado um estudo retrospectivo dos últimos 10 anos de 100 pacientes transplantados renais, em seguimento de ao menos 12 meses no HCFMRP-USP. Serão incluídos pacientes em uso de FK com dosagens séricas de FK e realização de biópsia renal, de ambos os sexos, sem restrição de idade, etnia e ao tipo de doador e que concordarem em assinar o termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE). Os critérios de exclusão incluem pacientes que fizeram uso de medicação que possam interferir com a farmacocinética do FK, com doença hepática avançada (Child B e C) e que conhecidamente faziam uso crônico de álcool, drogas e/ou AINES. Os desfechos primários do presente estudo serão a análise de sobrevida do enxerto livre de nefrotoxicidade e a preservação da função renal em 12 e 36 meses. Serão calculadas as freqüências de distribuição e combinação dos alelos, além de Odds ratio para a associação entre os polimorfismos e risco de nefrotoxicidade. As análises serão feitas com o uso do software SAS versão 9.0 e com o auxílio do centro de métodos quantitativos (CEMEQ) da FMRP-USP. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CUSINATO, Diego Alberto Ciscato. Associação dos polimorfismos do CYP3A5 e da PGP com a farmacocinética do tacrolimus, nefrotoxicidade aguda e rejeição do enxerto após transplante renal. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.