Busca avançada
Ano de início
Entree

EFEITO AGUDO DO EXERCÍCIO EM INTENSIDADE EQUIVALENTE E ACIMA DA MÁXIMA FASE ESTÁVEL DE LACTATO NAS EXPRESSÕES PROTEICAS E mRNAs DE HIF-1±, MCTs 1 E 4 E PGC-1±, EM TECIDO CARDÍACO, HEPÁTICO E MUSCULAR ESQUELÉTICO DE RATOS NADADORES

Processo: 11/08284-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia do Esforço
Pesquisador responsável:Claudio Alexandre Gobatto
Beneficiário:Ivan Gustavo Masselli dos Reis
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Coativador 1-alfa do receptor gama ativado por proliferador de peroxissomo
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Exercício intermitente de alta intensidade | HIF-1alpha | Máxima Fase Estável de Lactato | Mct1 | Mct4 | PGC-1alpha | Avaliação do desempenho e treinamento

Resumo

No músculo esquelético os principais transportadores monocarboxílicos (MCTs) responsáveis pelo dinamismo do lactato são as isoformas MCT1 e MCT4, associadas respectivamente à captação e extrusão de lactato. Sabe-se que o estresse físico exerce uma função moduladora na expressão e transcrissão dos MCTs 1 e 4 por meio de vias de sinalização moleculares aparentemente distintas envolvendo o co-ativador ³ do receptor ativado proliferador de peroxissomo (PGC-1±) e fator indizível por hipóxia (HIF-1) respectivamente. Apenas uma única sessão de exercício de resistência (endurance) está associada ao aumento na expressão do MCT1 e PGC-1±, mas não do MCT4, no músculo esquelético vasto lateral de humanos, enquanto o exercício intermitente de alta intensidade parece afetar ambos MCTs 1 e 4 alem do PGC-1±. No entanto não se conhece o efeito do estresse físico sobre o HIF-1± muscular e a associação desse e da PGC-1± com os MCTs 1 e 4 em diferentes tecidos e tipos de fibra. É provável que tanto a expressão quanto a transcrição dos co-ativadores e fatores de transcrição envolvidos na modulação dos MCTs 1 e 4 frente ao estresse físico sejam afetadas pelas características da atividade e ainda variem de acordo com o tipo e especificidade do tecido analisado. Dessa forma, o objetivo do presente projeto será verificar o efeito agudo da intensidade e da intermitência de uma sessão de natação na expressão gênica e transcrição do conteúdo protéico dos MCTs 1 e 4, PGC-1± e HIF-1±, em vários tipos de tecidos responsáveis pelo metabolismo do lactato (fibras tipo I e IIb, coração e fígado), durante um período de 16 horas após o estímulo em ratos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS REIS, IVAN G. M.; MARTINS, LUIZ E. B.; DE ARAUJO, GUSTAVO G.; GOBATTO, CLAUDIO A.. Forced Swim Reliability for Exercise Testing in Rats by a Tethered Swimming Apparatus. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 9, . (06/61189-0, 11/08284-2, 08/03445-5)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.