Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de fatores socioeconômicos no desenvolvimento cognitivo e linguístico de crianças

Processo: 10/19438-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Débora Maria Befi-Lopes
Beneficiário:Thays Nogueira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/11626-0 - Efeitos de fatores socioeconômicos no desenvolvimento cognitivo e linguístico de crianças, AP.R
Assunto(s):Desenvolvimento cognitivo   Fatores socioeconômicos   Linguagem infantil

Resumo

Este projeto tem como objetivo explorar os efeitos de fatores socioeconômicos no desenvolvimento cognitivo e linguístico de crianças. Esta linha de pesquisa é importante pois pode auxiliar no desenvolvimento de programas específicos de prevenção e intervenção para crianças consideradas de risco para o fracasso escolar. A literatura sobre plasticidade cerebral na infância indica que a qualidade do ambiente (enriquecido ou desprovido de estimulação desde cedo) exerce grande influência sobre o desenvolvimento cognitivo. A partir desta perspectiva, viver em ambientes cuja condição socioeconômica é desfavorável pode constituir um sério fator de risco para o desenvolvimento cognitivo da criança, já que o grau de estimulação cognitiva e linguística que a criança recebe é comumente influenciado pela baixa renda familiar. Não há um consenso na literatura sobre o grau em que o Nível Socioeconômico (NSE) afeta as áreas da cognição e da linguagem. O presente projeto explorará o efeito do NSE nas habilidades de linguagem e no funcionamento executivo de crianças, visto que tais aspectos têm demonstrado associação com o progresso acadêmico e com o futuro sucesso na vida. Uma bateria de tarefas abrangendo quatro diferentes áreas das funções executivas e dois domínios de linguagem será aplicada em uma população de crianças de 6 a 8 anos. A hipótese principal deste estudo é que as crianças de baixo NSE apresentarão pior desempenho do que as crianças de alto NSE em todos os sistemas neurocognitivos testados, para toda a faixa etária estudada. Plano de trabalho: o bolsista contemplado pela presente solicitação, com carga horária de 20 horas semanais, deverá ser graduado em Fonoaudiologia, com experiência em avaliação de crianças e aplicação de questionários. Os métodos empregados para a realização do trabalho estão descritos a seguir. O bolsista auxiliará na aplicação do questionário socioeconômico com os pais, especialmente com aqueles que apresentarem dificuldades para compreendê-lo ou respondê-lo. Para realizar esta aplicação individualizada do questionário, o bolsista deverá estar pessoalmente nas escolas, no horário de entrada e saída das crianças, a fim de conseguir contato direto com os pais. Adicionalmente, o bolsista poderá contribuir com a coleta de dados, que consiste em uma extensa bateria de avaliação com duração de aproximadamente de duas horas (tempo total) por criança. Visto que estão previstas aproximadamente 100 crianças na amostra deste estudo, o pedido desta bolsa de treinamento técnico justifica-se e deve contribuir de forma importante para a viabilização do projeto. No que se refere aos resultados que esperamos obter ao final do período de vigência da bolsa solicitada, acreditamos que coletaremos um rico e extenso banco de dados que, analisados em conjunto com os resultados dos outros centros participantes, possibilitará um melhor entendimento sobre o impacto de fatores socioeconômicos sobre o desenvolvimento linguístico e cognitivo de crianças; sobre as relações entre linguagem e cognição na infância; e sobre os modelos teóricos subjacentes. Justificativa: o aluno que for contemplado com a bolsa solicitada será treinado e capacitado a avaliar habilidades linguísticas e cognitivas em crianças, o que é fundamental para profissionais que trabalham na área da linguagem infantil (normal ou patológica). Além disso, o aluno desenvolverá conhecimentos fundamentais sobre rigor metodológico e procedimentos científicos, ferramentas essenciais para o desenvolvimento de pesquisas de qualidade. Finalmente, o aluno terá a possibilidade de estabelecer contatos com outros pesquisadores Brasileiros e estrangeiros, ampliando sua visão científica e suas possibilidades de atuação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)