Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do treinamento físico no controle autonômico cardiovascular em fêmeas saudáveis e submetidas à privação dos hormônios ovarianos: papel do estresse oxidativo.

Processo: 10/10606-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Kátia de Angelis Lobo D Avila
Beneficiário:Nathalia Bernardes
Instituição-sede: Centro de Pesquisa. Universidade São Judas Tadeu (USJT). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/57595-5 - Efeitos do treinamento físico no controle autônomo cardiovascular em fêmeas saudáveis e submetidas à privação dos hormônios ovarianos: papel do estresse oxidativo, AP.JP
Assunto(s):Fisiologia do exercício   Menopausa   Estresse oxidativo   Ratos   Treinamento físico

Resumo

Considerando o importante papel do estresse oxidativo nas doenças cardiovasculares o objetivo geral do projeto jovem investigador, para o qual a esta bolsa destina-se, será elucidar os efeitos de abordagens não-farmacológicas (treinamento físico) e/ou farmacológicas (reposição hormonal e tratamento com redutores de colesterol) na função autonômica e no estresse oxidativo de ratas fêmeas saudáveis e submetidas à privação dos hormônios ovarianos e a diferentes fatores de risco cardiovascular. O plano de trabalho para esta bolsa de treinamento técnico tem como objetivos: o estabelecimento e a padronização das técnicas de estresse oxidativo no Laboratório do Movimento Humano da USJT, bem como a execução das medidas de estresse oxidativo no subprojeto 2, o qual visa comparar machos e fêmeas (saudáveis e ooforectomizadas) sedentários e após um período de treinamento físico. Dessa forma, o bolsista auxiliará na instalação dos equipamentos e na padronização das técnicas de estresse oxidativo que serão utilizadas nos demais subprojeto, tais como, quimiluninescência, TBARS, glutationa total e reduzida, carbonilas, catalase, glutationa peroxidase, superóxido dismutase, TRAP, entre outros. A concessão desta bolsa a dedicação de um profissional para auxiliar neste processo é muito importante para o sucesso deste projeto de jovem investigador uma vez que os métodos bioquímicos que serão empregados no presente projeto ainda não estão estabelecidos em nosso laboratório. Saliento, no entanto, que tais medidas são de domínio de nosso grupo que já vem colaborando com o grupo da Profa. Adriane Belló-Klein na UFRGS e da Profa Susana Llesuy da Universidade de Buenos Aires, os quais têm grande tradição nestas avaliações.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)