Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão gênica e protéica de marcadores da via Wnt/²-catenina, sua relação com o fenótipo de EMT (epithelial-mesenchymal transition) e a correlação com o prognóstico das neoplasias mamárias de cadelas.

Processo: 10/17366-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Mirela Tinucci Costa
Beneficiário:Erika Maria Terra
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/08822-0 - Expressão gênica e protéica de marcadores da via Wnt/beta-catenina, sua relação com o fenótipo de EMT (epithelial-mesenchymal transition) e a correlação com o prognóstico das neoplasias mamárias de cadelas, BE.EP.DR
Assunto(s):Oncologia veterinária   Metástase   Cães
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cão | Emt | Metástase | Tumores Mamários | Oncologia Veterinária

Resumo

Os tumores mamários são freqüentemente diagnosticados em cadelas e apresentam comportamento biológico muito semelhante aos que ocorrem nas mulheres, fazendo da cadela um excelente modelo para o estudo comparativo. Nas neoplasias malignas, invasão e metástase são características biológicas importantes que têm influência direta no prognóstico da paciente. A transição epitélio-mesenquima (EMT) tem sido relacionada a facilitar a migração celular, favorecendo a ocorrência de metástases. Assim, este estudo pretende avaliar, pela técnica de imuno-histoquimica, a EMT em tumores mamários caninos, com o uso de marcadores de células epiteliais e mesenquimais (E-caderina, ²-catenina, Vimentina, Pan-citoqueratina, N-caderina). Além disto, pretende-se avaliar a expressão gênica e protéica de dois principais genes envolvidos na EMT (WNT e APC) pelas técnicas de qRT-PCR e imuno-histoquímica e a relação destes com a progressão neoplásica dos carcinomas mamários de cadelas. Para tanto, serão utilizados 90 cadelas, sem predileção por raça ou idade, e dois grupos serão formados, sendo o Grupo "Benigno" (GB) composto por 30 adenomas mamários e o Grupo "Carcinoma" (GC) composto por 60 carcinomas sem e com metástase. 50% dos casos de cada grupo serão selecionados aleatoriamente para a técnica de qRT-PCR. Os resultados serão avaliados quanto à presença de cada marcador nos tecidos, sua relação com o comportamento biológico da neoplasia e a apresentação de recidivas e/ou metástases pelo teste do Qui-Quadrado (p<0,05). Assim, espera-se compreender melhor o envolvimento da EMT na produção de metástases e fornecer mais dados a respeito do prognóstico das neoplasias mamárias na medicina veterinária.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TERRA, Erika Maria. Neoplasias mamárias de cadelas: expressão gênica e proteica da via Wnt/b-catenina, sua associação com a transição epitélio-mesênquima e prognóstico. 2014. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias. Jaboticabal Jaboticabal.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.