Busca avançada
Ano de início
Entree

Crise política e autonomismo indígena: a experiência boliviana entre 1985 e 2009

Processo: 10/17678-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Brasilio João Sallum Junior
Beneficiário:Rafaela Nunes Pannain
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sociologia política   Reforma do Estado   Movimentos sociais   Bolívia   Povos indígenas   Crise política
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:crise poítica | Movimentos Sociais | Reforma do Estado | Sociologia política

Resumo

O presente projeto de pesquisa visa analisar a relação entre o contexto de crise política multissetorial vivido pela Bolívia e a reivindicação pela inclusão da autonomia indígena na normatividade do Estado boliviano. A adoção de políticas neoliberais, a partir da segunda metade da década de oitenta, é percebida como o principal elemento desencadeador dessa crise. Este é igualmente um momento de politização da identidade indígena, que passa a ser mobilizada pelas principais organizações sociais que elaborarão as propostas de autonomias indígenas. Assim, entende-se que, em certos contextos, a ordem política está mais vulnerável à contestação dos atores. E, nesse sentido, a aplicação de políticas neoliberais será extremamente relevante na forma pela qual os movimentos sociais bolivianos se articularão a partir desse momento. Assim, investigar-se-á como as organizações em questão elaboram a reivindicação pela autonomia, não apenas em função de uma estrutura de oportunidades, mas também a partir da compreensão das estruturas internas dessas organizações e dos processos de enquadramento interpretativo. Teorias sobre revoluções, que sublinham a influência das práticas e estruturas estatais na formação dos movimentos sociais e a relevância das crises sistêmicas para os agentes contestadores, serão de igual importância. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PANNAIN, Rafaela Nunes. A crise do Estado boliviano e a autonomia indígena. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.