Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da simulação de deriva de clomazone e ametryn sobre o crescimento de mudas de laranjeira "hamlin"

Processo: 10/12194-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Pedro Luis da Costa Aguiar Alves
Beneficiário:Guilherme Bacarim Pavan
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Matologia   Herbicidas   Citrus sinensis
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Ametrina | Citrus sinensis | clomazone | deriva | Hamlin | herbicida | Matologia

Resumo

O Brasil é o maior produtor mundial de laranja e o maior exportador mundial de suco concentrado. A laranjeira 'Hamlin', embora não apresente frutos com qualidades ideais para a fabricação de suco concentrado congelado, tem mantido e até aumentado sua participação no setor citrícola. Na região citrícola do Estado de São Paulo é comum que a cultura da laranja e da cana-de-açúcar sejam vizinhas. O setor sucroalcooleiro vem procurando otimizar suas aplicações, como por exemplo por meio das aplicações aéreas, o que favorece muito o acontecimento do fenômeno da deriva. A ocorrência de deriva provoca baixo controle das plantas daninhas, causando um aumento compensatório de dosagem, resultando em maiores gastos e causando sérios prejuízos as culturas adjacentes. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo avaliar os efeitos causados pela simulação da deriva de clomazone, aplicado isoladamente ou em mistura com ametryn, em diferentes concentrações, sobre características do desenvolvimento vegetativo de plantas jovens de laranjeira "Hamlin". A deriva será simulada pela aplicação de doses crescentes de clomazone, isolado ou em mistura com ametryn, até que essas atinjam metade da dose recomendada comercialmente para o controle de plantas daninhas, totalizando doze tratamentos experimentais. O experimento será conduzido no delineamento completamente casualizados com três repetições. Na plantas de laranja serão avaliados: diâmetro do caule, teores relativos de clorofila total utilizando um clorofilômetro manual (Minolta, mod. SPAD 502), altura das plantas, volume de copa, comprimento de ramos previamente marcados, número de ramos, diâmetro de copa, descrição e acompanhamento fotográfico dos sintomas de intoxicação. Os resultados serão submetidos à análise de variância pelo teste F e as médias serão comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)