Busca avançada
Ano de início
Entree

Borges, um estranho: das ficções freudianas às fissuras do Simbólico.

Processo: 10/04925-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Teoria Literária
Pesquisador responsável:Nina Virginia de Araujo Leite
Beneficiário:Patrícia de Oliveira Leme
Instituição Sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Psicanálise   Sigmund Freud   Jacques Lacan   Literatura
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Jacques Lacan | Jorge Luis Borges | Literatura | O estranho | Psicanálise | Sigmund Freud | Literatura e Psicanálise

Resumo

Este trabalho visa abordar um aspecto na obra ficcional de Jorge Luis Borges passível de ser lido através do conceito de estranho, conforme elaborado inicialmente por Sigmund Freud (1919[1986]). Em em uma análise preliminar dos contos "Pierre Menard, autor del Quijote" e "Tlön, Uqbar, Orbis Tertius", pudemos perceber uma estrutura recorrente: através do manejo de diferentes gêneros e temas, os contos de Borges assinalam os limites da razão frente a uma situação que, na lógica do texto, se constrói como absurda. Este incômodo gera um efeito análogo ao que Freud entende por estranho, ainda que os elementos por ele elencados como matrizes deste efeito não sejam primordiais nos contos de Borges. Para nos auxiliar nessa leitura, traremos à baila O seminário, livro 10: A angústia (2005), de Jacques Lacan, no qual o conceito freudiano opera em outro sistema teórico. A retomada lacaniana fornece mecanismos de leitura que se revelam fundamentais para a proposta que aqui se estabelece, sobretudo ao assinalar, também, os limites do sentido frente ao Real. Ao promovermos a interface entre a linguagem de Borges e a teoria psicanalítica, percebemos o estranhamento como um importante efeito de leitura. Por um lado, cremos que essa proposta iluminará elementos caros ao estilo borgeano; de outro, a relação que se estabelece pode nos auxiliar na compreensão de algumas especificidades de um conceito importante para a psicanálise.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LEME, Patrícia de Oliveira. Borges, um estranho: litorais entre a literatura e a psicanálise. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Estudos da Linguagem Campinas, SP.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.