Busca avançada
Ano de início
Entree

Localização, distribuição e orientação dos quimiorreceptores de O2 branquiais em tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus): Controle das respostas cardio-respiratórias à hipóxia

Processo: 10/03599-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Francisco Tadeu Rantin
Beneficiário:Vivian Maria Zeraik
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Células quimiorreceptoras

Resumo

O presente projeto de Mestrado tem por finalidade estudar a localização, distribuição e orientação dos quimiorreceptores de O2 branquiais de tilápia-do-Nilo (Oreochromis niloticus). As respostas cardio-respiratórias dessa espécie à hipóxia já foram devidamente estudadas. Porém, o monitoramento das tensões de O2 da água inspirada e/ou sangue arterial e como as respostas reflexas são desencadeadas ainda carecem de elucidação. Exemplares de tilapia-do-Nilo serão mantidas em tanques de 1000 L com aeração (PwO2 ~ 130 mmHg) e temperatura (25 ± 1 oC) constantes e alimentação diária com ração comercial. Para se testar a distribuição dos quimiorreceptores branquiais os peixes serão divididos em dois grupos: "Controle", composto por peixes intactos, e "operados", composto por animais com os 1os arcos branquiais cirurgicamente removidos. Ambos os grupos serão submetidos a injeções externas (via cânula bucal) e internas (via cânula branquial) de NaCN para a determinação da distribuição e orientação dos quimiorreceptores branquiais. Posteriormente serão submetidos à hipóxia gradual nas seguintes tensões de O2 da água inspirada (PiO2): 140 (normóxia), 100, 70, 50, 30, 20 e 10 mmHg. Em cada tensão serão monitoradas as frequencias respiratória (fR) e cardíaca (fH), a pressão arterial (Pa) e determinada a amplitude ventilatória (VAMP). Para se testar o efeito da ablação dos 1os arcos branquiais nas respostas cardio-respiratórias à hipóxia, ambos os grupos serão submetidos às mesmas tensões de O2 experimentais acima descritas e terão determinadas as seguintes variáveis cardio-respiratórias: Tomada de O2 (VO2 ), a fR, a ventilação branquial (VG ), o volume ventilatório (VT), a extração de O2 da corrente ventilatória (EO2) e a fH.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZERAIK, VIVIAN M.; BELAO, THIAGO C.; FLORINDO, LUIZ HENRIQUE; KALININ, ANA L.; TADEU RANTIN, F. Branchial O-2 chemoreceptors in Nile tilapia Oreochromis niloticus: Control of cardiorespiratory function in response to hypoxia. COMPARATIVE BIOCHEMISTRY AND PHYSIOLOGY A-MOLECULAR & INTEGRATIVE PHYSIOLOGY, v. 166, n. 1, p. 17-25, SEP 2013. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.