Busca avançada
Ano de início
Entree

Variação de armazenagem de água num latossolo de cerrado em recuperação

Processo: 10/02954-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Marlene Cristina Alves
Beneficiário:Sebastião Nilce Souto Filho
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Lodo de esgoto   Degradação do solo   Qualidade do solo   Adubo verde   Manejo do solo   Conservação do solo   Latossolos

Resumo

A utilização incorreta dos solos e grandes construções no meio rural vêm causando alterações no mesmo, tornando-os menos produtivos, aumentando assim as áreas degradadas. Técnicas que visam à restauração ecológica de solos degradados têm sido investigadas. Neste sentido pretende-se investigar as mudanças positivas no ambiente edáfico de um solo decapitado, estudando a variação de armazenagem de água no mesmo. O Latossolo de Cerrado está sob intervenção antrópica com técnicas para recuperação há seis anos, tendo sido utilizado uma espécie arbórea de cerrado, adubos verdes, lodo de esgoto e braquiária. O delineamento experimental em blocos casualizados com cinco tratamentos e cinco repetições foi implantado em 2004 sendo os tratamentos: 1-Testemunha - solo exposto (sem manejo); 2-Espécie arbórea Gonçalo-alves (Astronium fraxinifolium); 3-Gonçalo-alves (Astronium fraxinifolium)+feijão-de-porco (Canavalia ensiformis); 4-Gonçalo-alves+nabo forrageiro (Raphanus sativus), até 2005 sendo substituído no ano de 2006 pela crotalária (Crotalaria juncea); 5-Gonçalo-alves+gramínea (Brachiaria decumbens)+lodo de esgoto (60 t ha-1, base seca).Também será estudada a condição de Vegetação nativa de Cerrado. Em quatro camadas do solo, de 0,00-0,05; 0,05-0,10; 0,10-0,20 e de 0,20-0,40 m, serão estudadas as propriedades físicas: porosidade do solo; densidade do solo; retenção de água no solo, armazenamento de água no solo e, químicas: cátions trocáveis; C orgânico, pH, matéria orgânica e acidez potencial, calculadas a SB, CTC e V %. Serão avaliados: o desenvolvimento da espécie arbórea (diâmetro do caule e altura as plantas), a massa verde e seca da parte aérea dos adubos verdes e da B. decumbens. Também será realizada a descrição morfológica do perfil do solo na condição de vegetação natural, no solo degradado e no solo em processo de recuperação há seis anos. Os resultados serão analisados efetuando-se a análise de variância e teste de Tukey a 5 % de probabilidade para a comparação de médias. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
. Variação de armazenagem de água num latossolo de cerrado em recuperação. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Engenharia. Ilha Solteira Ilha Solteira.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.