Busca avançada
Ano de início
Entree

Vulnerabilidade nos acidentes botrópicos internados no Hospital Vital Brazil (Instituto Butantan)

Processo: 10/01644-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Francisco Oscar de Siqueira Franca
Beneficiário:Camila Morato da Conceição Scatena
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Vulnerabilidade   Mordeduras de serpentes

Resumo

O acidente ofídico foi incluído recentemente no grupo das doenças negligenciadas pela Organização Mundial da Saúde (WHO, 2010). Este agravo afeta principalmente os pobres que vivem nas zonas rurais, onde, em geral, os serviços de saúde são insuficientes, com capacidade resolutiva limitada e os anti-venenos podem ser de difícil obtenção (WHO, 2007)Análise da carga de sofrimento humano causado pelo envenenamento, a partir de uma perspectiva mais ampla de saúde pública revela grande impacto. Avaliação utilizando DALYs (Disability Adjusted Life Years), indicador internacionalmente reconhecido que avalia a carga de uma doença, constata que o impacto do envenenamento é muito elevado. Há poucos estudos que relacionam a pobreza com a morbi-letalidade dos acidentes ofídicos. Em dezembro de 2009 foi publicado pela primeira vez estudo que demonstra inequivocamente a associação entre o acidente ofídico e indicadores de pobreza (Harrison, 2009).Justifica-se, portanto, o presente estudo, tendo em vista a importância epidemiológica dos acidentes ofídicos, que podem conduzir à mortalidade e à incapacidade, além de produzir relevante sofrimento físico daqueles que padecem destes acidentes, os quais, não raro, são levados, inclusive, a se ausentar das atividades laborais, o que pode repercutir, tanto na estrutura de vida familiar, como no plano que diz respeito à sociedade, causando impacto em termos de redução da produtividade. O estudo dos acidentes ofídicos, na perspectiva do conceito de vulnerabilidade, que agrega as três dimensões citadas: individual, social e programática, pode contribuir para a implementação de práticas de saúde voltadas à redução da exposição e à proteção das pessoas mais expostas, que são, principalmente, aquelas que pertencem aos estratos sociais de acesso mais comprometido ao desenvolvimento da vida saudável e que desenvolvem atividades laborais que carecem de equipamentos de proteção. Mais ainda, o estudo tem como finalidade, contribuir para o desenvolvimento de estratégias de promoção à saúde focalizadas à redução de vulnerabilidades no caso dos acidentes botrópicos, dada a sua importante magnitude epidemiológica em relação aos demais acidentes.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SCATENA, Camila Morato da Conceição. Vulnerabilidade de pacientes aos acidentes botrópicos no Hospital Vital Brazil do Instituto Butantan - São Paulo. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina (FM/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.