Busca avançada
Ano de início
Entree

Classificação e quantificação de tecidos mamários para estimativa da dose glandular média (dgm)

Processo: 09/13152-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Geral
Pesquisador responsável:Diana Rodrigues de Pina Miranda
Beneficiário:Rafael Toledo Fernandes de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Mamografia   Quantificação   Dose glandular média   Radiologia

Resumo

A mamografia continua a ser a mais importante técnica de imagem para as mamas. Trata-se do método de escolha para o rastreamento populacional do câncer de mama em mulheres assintomáticas e é a primeira técnica de imagem indicada para avaliar a maioria das alterações clínicas mamárias, podendo levar ao diagnóstico precoce do câncer de mama. Entretanto para um diagnóstico seguro é necessário um tratamento minucioso dos fatores que influenciam na qualidade da imagem mamográfica tais como: condições de uso dos equipamentos envolvidos nesse procedimento, sistema de aquisição e registro de imagem e habilidade do radiologista. O controle desses parâmetros tende assegurar a redução da repetição do exame e/ou dose desnecessária a uma região tão radiosensível. Na mamografia a dose é estimada no tecido glandular da mama, a qual é denominada de Dose Glandular Média (DGM). Esta por sua vez depende de parâmetros como composição e espessura da mama e características de espectro mamográfico. A quantificação e composição dos tecidos que constituem a mama é realizada de maneira subjetiva por especialistas da área de radiologia, podendo haver influencia na DGM estimada. Dessa forma este estudo tem como objetivo e contribuição científica original, a classificação de distintos tecidos que constituem a mama, a partir de um método automático, para estimar a DGM em distintas composições e espessuras mamárias. Nesta pesquisa a DGM será estimada utilizando o código Monte Carlo N-particle (MCNP4C). Esse código propicia a determinação do fator de conversão (g) e Kerma-ar para estimativa da DGM.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SOUZA, Rafael Toledo Fernandes de. Classificação e quantificação de tecidos mamários para estimativa da Dose Glandular Média (DGM). 2012. 60 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências de Botucatu Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.