Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise morfológica e morfométrica comparativa dos espécimes e espécies de Micronycteris (Phyllostomidae - Chiroptera) depositados em coleções científicas brasileiras

Processo: 09/12240-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Eliana Morielle Versute
Beneficiário:Bruno Fernando Simões Sergio
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Chiroptera   Morfologia animal   Morfometria   Phyllostomidae   Zoologia (classificação)

Resumo

"Análise morfológica e morfométrica comparativa dos espécimes e espécies de Micronycteris (Phyllostomidae - Chiroptera) depositados em Coleções Científicas Brasileiras" Os morcegos do gênero Micronycteris passaram por mudanças de classificação e tiveram novas espécies descritas nos últimos treze anos. Atualmente o gênero é composto por cinco espécies de ventre claro: M. brosseti, M. homezi, M. minuta, M. sanborni, M. schmidtorum e cinco espécies de ventre escuro: M. hirsuta, M. megalotis, M. microtis, M. matses e M. giovanniae. Tais descrições e mudanças de classificação trouxeram maior detalhamento de vários caracteres nas comparações entre as espécies do gênero. Sendo assim, há necessidade de revisar os acervos das coleções científicas do Brasil. O fato dos morcegos do gênero Micronycteris serem raramente capturados em número alto, e os problemas de identificação de várias espécies também são justificativa para a revisão dos espécimes depositados em coleções científicas. O objetivo geral do presente projeto é revisar taxonomicamente, com base em caracteres morfológicos e morfométricos, os espécimes do gênero Micronycteris depositados em várias coleções do Brasil, tendo como base também as descrições atuais. Serão avaliados 47 caracteres morfológicos e morfométricos, dos epécimes das coleções: DZSJRP, ZUEC-MAM, MZUSP, MBML, ALP -UFRRJ e outras coleções. A análise estatística será feita com a técnica Análise Exploratória Multivariada. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)