Busca avançada
Ano de início
Entree

Des-re-territorialização dos pescadores artesanais no estuário da Lagoa dos Patos (RS) numa perspectiva etnooceanográfica.

Processo: 09/10562-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Sant'Ana Diegues
Beneficiário:Gustavo Goulart Moreira Moura
Instituição-sede: Instituto de Energia e Ambiente (IEE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

Em função da falência da pesca no estuário da Lagoa dos Patos (RS) entre as décadas de 1970 e 1980, opta-se pelo modelo de manejo dos recursos pesqueiros centralizado nas mãos do Estado e subsidiado pelo conhecimento científico, o que desarticula o manejo tradicional dos pescadores artesanais. Mesmo após a constituição de um fórum de co-manejo em 1996, o Fórum da Lagoa dos Patos (FLP), pouco tem mudado acerca do manejo centralizado destes recursos. A partir deste "problema", a presente proposta objetiva, através de dois estudos de caso no estuário da Lagoa dos Patos (Ilha dos Marinheiros e Ilha da Torotama) e numa perspectiva etnooceanográfica, descrever o processo de "des-re-territorialização" de pescadores artesanais do estuário da Lagoa dos Patos gerado pelo atual modelo de manejo dos recursos pesqueiros implementados pelo Estado. Nossa hipótese é que a imposição do atual modelo de manejo pesqueiro pelo Estado gera um processo de desarticulação do manejo tradicional dos recursos pesqueiros e, a partir desta desarticulação, a "des-re-territorialização" de pescadores artesanais do estuário da Lagoa dos Patos. Para se atingir tal objetivo, um conjunto de técnicas de coletas de dados advindos da etnografia se faz necessário como as entrevistas abertas e semi-estruturadas, a observação participante e os mapas cognitivos. A operacionalização e a categorização dos dados seguirão a proposta da etnoecologia abrangente, onde três bases (cognitivas, conexivas e conflitivas) fundamentam a análise do campo cognitivo nativo e o diálogo com a literatura científica e normativa pertinente. A análise dos dados também será feita através da triangulação dos dados obtidos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)