Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade e estrutura genética de uma espécie arbórea pioneira em florestas primárias e secundárias em estádio inicial de sucessão.

Processo: 07/08682-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2008
Vigência (Término): 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Flavio Antonio Maës dos Santos
Beneficiário:Milene Silvestrini
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ecologia de populações   Marcador molecular

Resumo

A estrutura genética espacial de populações de plantas pode variar ao longo dos estádios ontogenéticos, através das gerações e entre diferentes condições ambientais. Estas mudanças são direcionadas por fatores ecológicos e evolutivos. Compreender os efeitos destes fatores sobre a diversidade e estrutura genética das populações é importante para a definição de estratégias de conservação e restauração florestal de forma a garantir a manutenção de suas dinâmicas evolutivas e ecológicas o mais semelhante possível das condições naturais. As espécies pioneiras apresentam histórias de vida e estruturas populacionais características que são afetadas principalmente pela dinâmica de clareiras das florestas tropicais. Estas características e processos ecológicos, bem como outros fatores tais como nível de perturbação humana e distância entre populações, apresentam importantes conseqüências sobre a estrutura genética e evolução destas espécies, entretanto isto não é ainda bem compreendido. O objetivo deste trabalho é avaliar a diversidade e estrutura genética da espécie pioneira Croton floribundus ao longo de três classes de tamanho sucessivas e entre populações de uma floresta primária e três florestas secundárias em estádio inicial de sucessão com diferentes distâncias da floresta primária. Serão analisados os fatores ecológicos e genéticos que influenciam os padrões encontrados e será testado se a distância à floresta primária afeta a diversidade e estrutura genética de populações em florestas em estádio inicial de sucessão. Os marcadores microssatélites serão desenvolvidos para esta espécie para fornecer os seguintes parâmetros genéticos: número médio de alelos por loco (A), número efetivo de alelos por loco (Ae), proporção de locos polimórficos (P), heterozigosidade média observada (Ho), heterozigosidade média esperada (He), estatísticas-F, distâncias genéticas e fluxo gênico. As análises de agrupamento e autocorrelação espacial também serão realizadas. A, Ae, P, Ho e He caracterizarão a diversidade genética. As estatísticas-F, distâncias genéticas e análises de agrupamento e autocorrelação espacial fornecerão os parâmetros de estrutura genética espacial.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.