Busca avançada
Ano de início
Entree

Rejeição crônica humoral de transplante renal: papel dos anticorpos anti-HLA e anti-MICA e relação com os níveis séricos de CD30 solúvel

Processo: 08/56110-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Maria Gerbase de Lima
Beneficiário:Patricia Cristina Grenzi
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transplante de rim
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Anticorpos Anti-Hla | Anticorpos Anti-Mica | C4D | Rejeicao Cronica Humoral | Scd30 | Transplante Renal

Resumo

Os mecanismos envolvidos no processo de destruição do enxerto renal denominado "rejeição crônica" são complexos, incluindo fatores efetores da imunidade humoral e celular, além de fatores promotores de inflamação crônica. A compreensão dos fatores patogenéticos preponderantes em cada paciente permitirá talvez indicar o uso de terapia imunossupressora mais específica e eficaz. Associação entre anticorpos anti-HLA e perda tardia do enxerto já foi demonstrada em vários trabalhos, incluindo um estudo prospectivo realizado em nosso laboratório, em uma coorte de 512 receptores (R). Recentemente foi estabelecido o critério diagnóstico de rejeição crônica humoral (RCH) que exige a presença de pelo menos duas dentre três características: depósitos de Cd4 no enxerto, alterações histológicas de natureza crônica e presença de anticorpos anti-HLA no sangue periférico. Este projeto será realizado na mesma coorte de 512 R que vem sendo seguida desde 2002, com os seguintes objetivos: (1) verificar a freqüência de RCH dentre todas as biópsias já realizadas e que serão realizadas nestes R; (2) avaliar a associação de RCH e anticorpos anti-HLA e anti-MICA detectados no sangue periférico; (3) investigar a relação de RCH com níveis séricos pós-transplante de CD30 solúvel (sCD30), um produto derivado de células T CD30+ ativadas, cujos níveis séricos elevados foram descritos estar associados a mau prognóstico no transplante renal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GRENZI, PATRICIA C.; CAMPOS, ERIKA F.; TEDESCO-SILVA, HELIO; FELIPE, CLAUDIA R.; FRANCO, MARCELLO F.; SOARES, MARIA FERNANDA; MEDINA-PESTANA, JOSE OSMAR; GERBASE-DELIMA, MARIA. Association of high post-transplant soluble CD30 serum levels with, chronic allograft nephropathy. TRANSPLANT IMMUNOLOGY, v. 29, n. 1-4, p. 34-38, . (08/56110-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.