Busca avançada
Ano de início
Entree

Subjetividade em discursos de livros de autoajuda

Processo: 09/50409-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística
Pesquisador responsável:Leda Verdiani Tfouni
Beneficiário:Paula Chiaretti
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Análise do discurso   Psicanálise   Subjetividade   Auto-ajuda

Resumo

Os genéricos discursivos se caracterizam por sua capacidade de síntese de valores sociais e por seu sentido naturalizado. Este tipo de discurso logicizante pode ser considerado um lugar privilegiado de observação dos processos de identificação e constituição do sujeito, uma vez que por meio destas fórmulas fixas (que podem ser aproximadas a provérbios e máximas) o sujeito frente ao real de língua pode se refugiar no campo do Outro. O apagamento das marcas de enunciação tem como efeito a produção de um sujeito universal possibilitando a identificação do leitor. Partindo da Análise do Discurso Pecheutiana e da Psicanálise Lacaniana, este trabalho tem como objetivo analisar genéricos discursivos de títulos de livros de autoajuda, conhecidos também como livros de psicologia popular. Trata-se, portanto, de publicações que praticam a vulgarização científica, um tipo de reformulação que pretende levar ao público leigo conhecimentos do campo da ciência. Além disso, deverão ser tratadas as possibilidades de aproximação teórica entre as duas teorias (AD e PL) com o auxílio da topologia como é proposta por Jacques Lacan. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)