Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do papel do gene supressor de tumor RECK na regulação do ciclo celular e caracterização de sua isoforma alternativa

Processo: 08/53971-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2008
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Mari Cleide Sogayar
Beneficiário:Marina Trombetta Lima
Instituição Sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:01/10707-7 - Bases moleculares do controle da proliferação celular e origem de neoplasias na era de genômica e proteômica, AP.TEM
Assunto(s):Genes supressores de tumor   Ciclo celular   Glioma   Proliferação celular
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Ciclo-Celular | Gliomas | P21 | Rb | Reck | Splicing

Resumo

O gene RECK (REversion-inducing Cysteine-rich protein with Kazal motifs) foi isolado e caracterizado inicialmente como um gene supressor de tumor por causar a reversão fenotípica da linhagem DT, uma sub-linhagem de células NIH-3T3 transformada com K-ras. RECK codifica uma glicoproteína de membrana de 110 kDa, associada à membrana celular por uma âncora GPI. A proteína RECK é amplamente expressa em diversos tecidos humanos normais, porém, sua expressão não é detectável em diversas linhagens celulares derivadas de tumores e células transformadas por diversos oncogenes. A super-expressão de RECK em linhagens celulares derivadas de tumor leva à supressão da atividade invasiva e metastática destas células. Os glioblastomas são os tumores mais comuns e invasivos do Sistema Nervoso Central. Uma das características biológicas mais evidentes em gliomas é sua potencialidade de invadir o tecido cerebral normal. As colagenases tipo IV MMP-2 e MMP-9 são peças-chave na invasividade de gliomas. RECK reprime tanto a invasão quanto a metástase tumoral por regular negativamente a atividade de, pelo menos, três MMPs, sendo elas: MMP-2, MMP-9 e MT1-MMP. Splicing alternativos ou aberrantes de pré-mRNA podem ter papel importante no desenvolvimento de diversas patologias, incluindo o câncer. Nossos resultados preliminares sugerem que o gene RECK tem um papel importante no controle da proliferação celular e que ao menos uma isoforma alternativa de RECK pode ter papel significativo durante a progressão de gliomas. A compreensão dos mecanismos pelos quais o gene RECK está envolvido com a progressão do ciclo celular poderá permitir o desenvolvimento de estratégias para restaurar sua expressão em células tumorais, suprimindo, assim, o comportamento maligno destas células. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TROMBETTA-LIMA, MARINA; BROCHADO WINNISCHOFER, SHEILA MARIA; ALMEIDA DEMASI, MARCOS ANGELO; ASTORINO FILHO, RENATO; OLIVEIRA CARREIRA, ANA CLAUDIA; WEI, BEIYANG; RIBAS, THAIS DE ASSIS; KONIG, MICHELLE SILBERSPITZ; BOWMAN-COLIN, CHRISTIAN; OBA-SHINJO, SUELI MIEKO; et al. Isolation and characterization of novel RECK tumor suppressor gene splice variants. ONCOTARGET, v. 6, n. 32, p. 33120-33133, . (08/53971-5, 10/51634-1, 04/12133-6, 01/10707-7)
JACOMASSO, THIAGO; RIBAS, HENNRIQUE TABORDA; TROMBETTA-LIMA, MARINA; KONIG, MICHELLE SILBERSPITZ; TRINDADE, EDVALDO SILVA; MARTINEZ, GLAUCIA REGINA; SOGAYAR, MARI CLEIDE; WINNISCHOFER, SHEILA MARIA BROCHADO. The alternatively spliced RECK transcript variant 3 is a predictor of poor survival for melanoma patients being upregulated in aggressive cell lines and modulating MMP gene expression in vitro. Melanoma Research, v. 30, n. 3, p. 223-234, . (16/18277-7, 08/53971-5, 16/05311-2, 15/26328-8)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIMA, Marina Trombetta. Isolamento, expressão, e caracterização de três variantes de splicing do gene supressor de tumor RECK em modelo de astrocitoma humano. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Conjunto das Químicas (IQ e FCF) (CQ/DBDCQ) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.