Busca avançada
Ano de início
Entree

Sintese e farmacocinetica pre-clinica de derivado do etambutol: pro-farmaco com potencial terapeutico para menigite tuberculosa.

Processo: 08/52754-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2009
Vigência (Término): 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Toxicologia
Pesquisador responsável:Rosangela Gonçalves Peccinini
Beneficiário:Leonardo Santos Ribeiro Pinto
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Farmacocinética   Latenciação de fármacos   Etambutol
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Etambutol | Farmacocinetica | Latenciacao De Farmacos | Menigite Tuberculosa

Resumo

O tratamento da meningite tuberculosa envolve a quimioterapia com associação de etambutol, isoniazida e rifampicina. Esses fármacos são associados entre si com vistas ao sinergismo de ação e prevenção do surgimento de resistência. O etambutol é ativo frente ao M. tuberculosis, mas não atravessa meninges intactas e apenas 10 a 50% podem atravessar meninges inflamadas, com a probabilidade do aparecimento de efeitos adversos tais como cefaléia, hiperuricemia, transtornos gastrintestinais, erupção cutânea, neurite óptica e reações de hipersensibilidade. O desenvolvimento de pró-fármaco do etambutol. potencialmente tuberculostático de liberação central, através do processo de modificação molecular latenciação-CDS (sistema de liberação central), deverá resultar na forma latente neutra, lipofílica, que é capaz de alcançar o SNC. No SNC, esta forma lipofílica deverá sofrer oxidação, gerando forma hidrofílica - incapaz de transpor a barreira hematencefalica no sentido oposto - acumulando-se e permitindo a liberação do etambutol no fluido cerebral. Assim, o CDS abre perspectivas de que haja o aumento da disponibilidade do fármaco nas meninges, minimização de efeitos adversos, maior eficácia e ação prolongada. As informações biofarmacêuticas e farmacocinéticas sobre o derivado do etambutol que buscamos no presente trabalho são imprescindíveis para determinar o seu potencial clínico para o tratamento da meningite tuberculosa. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PINTO, Leonardo Santos Ribeiro. Síntese, atividade antibacteriana e farmacocinética pré-clínica de pró-fármaco do etambutol com potencial terapêutico para meningite tuberculosa. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Ciências Farmacêuticas. Araraquara Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.