Busca avançada
Ano de início
Entree

O ultimo homem da europa: a luta pela memoria no universo nao-ficcional da obra de george orwell, 1937-1949.

Processo: 08/52312-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - Teoria e Filosofia da História
Pesquisador responsável:Sara Albieri
Beneficiário:Matheus Cardoso da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Memória social   Crítica jornalística

Resumo

O presente projeto propõe um estudo sobre a critica de George Orwell ao processo de manipulação da memória nas sociedades autoritárias do entre guerras europeu. Serão tomados como referência para a compreensão desta crítica, seus escritos de não-ficção, entre os anos de 1937 e 1949, período este que abarca as reflexões sobre a Guerra Civil espanhola (1936-9) e a publicação de seu último trabalho em vida, o 1984 (1949). É inegável a profusão crítica em relação ao totalitarismo na obra orwelliana, especialmente em seus escritos ficcionais do final da década de 1940 - o Animal Farm e o 1984. Contudo, foi exatamente em sua obra não-ficcional, tematizada nesta pesquisa, que se construiu todo o arcabouço reflexivo de sua critica a supressão das liberdades individuais nas sociedades européias das décadas de 1930 e 1940, especialmente através do processo de manipulação da memória. A critica de Orwell não visa somente os governos totalitários na Europa desse período - nazismo e stalinismo - mas acaba por atingir a sociedade inglesa da década de 1940. O que Orwell vai destacar, principalmente em sua crítica jornalística, é um processo de manipulação das informações veiculadas na imprensa inglesa, seja ele institucional, através de órgãos governamentais, como o Ministério da Informação, seja na supressão de informações em periódicos de influência ou controle comunista (no sentido de não divulgarem posições contrárias às determinações do Cominterm), apontando para a construção de uma visão "oficial", "autorizada", primeiro sobre a Guerra Civil espanhola, e posteriormente, sobre inúmeros acontecimentos relacionados à 2º Guerra Mundial e a propaganda de guerra. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Matheus Cardoso da. O último homem da Europa: a luta pela memória no universo não ficcional da obra de George Orwell, 1937-1949. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.