Busca avançada
Ano de início
Entree

Producao de um clone infeccioso de hrsv do grupo b para estudar a espressao de genes virais e patogenicidade de mutantes.

Processo: 08/52609-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2008
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Eurico de Arruda Neto
Beneficiário:Miriã Ferreira Criado
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Genética reversa   Infecções por vírus respiratório sincicial   Paramyxovirus
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Cepas Mutantes | Genetica Reversa | Hrsv B | Paramyxovirus | Virus Sincicial Respiratorio

Resumo

O HRSV é o agente viral causador de infecções agudas (IRA) do trato respiratório inferior de maior impacto de saúde pública infantil, causando grande morbidade e mortalidade em todo o mundo. A infecção primária por HRSV ocorre em tenra idade e 95% das crianças são soropositivas aos 2 anos. Este vírus é responsável por grande quantidade de hospitalizações em crianças, tanto em países desenvolvidos quanto em desenvolvimento.Apesar da sua grande importância em saúde pública, os mecanismos associados à doença causada por HRSV são pouco conhecidas. O HRSV pode ser dividido em grupos A e B com base principalmente na antigenicidade da proteína G. A preponderância de um grupo em relação ao outro varia anualmente e ambos são capazes de causar infecções severas do trato respiratório. Portanto, estudos voltados para a produção de vacinas eficientes e outros insumos terapêuticos devem levar em conta os dois subgrupos de HRSV. No entanto a maioria dos estudos tem sido feitos com cepas do grupo A, sendo pouco o que se sabe sobre HRSV B. O presente estudo visa produzir um clone infeccioso de HRSV B a partir do qual mutantes possam ser gerados e identificados, e fenótipos biologicamente importantes, especialmente fenótipos atenuados, possam ser caracterizados. Particularmente importante é avaliação dos efeitos das inserções do gene G recentemente surgidas em HRSV B circulantes em nosso meio. Esse estudo permitirá um entendimento aprofundado da biologia desse genótipo de HRSV B, assim como de mutantes semelhantes que vêm se tomando freqüentes em nosso país. Através do clone infeccioso completo de HRSV B, aspectos importantes poderão ser avaliados, como intensidade de replicação/transcrição, expressão diferencial de genes virais a jusante do gene da proteína G, capacidade para induzir formação de sincício "in vitro" e patogenicidade em modelo experimental. O entendimento desses processos é importante em longo prazo, pois permitirá isolar potenciais mutantes atenuados com balanço equilibrado entre atenuação e imunogenicidade, que possa vir a ser testados como vacinas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)