Busca avançada
Ano de início
Entree

Filogenia e filogeografia das espécies de Rhinella do grupo crucifer (Anura: Bufonidae)

Processo: 07/52136-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2007
Vigência (Término): 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia
Pesquisador responsável:João Miguel de Barros Alexandrino
Beneficiário:Maria Tereza Chiarioni Thomé
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/52727-5 - Biogeografia, filogeografia e diversificação de anuros endêmicos da Mata Atlântica do Brasil, AP.JP
Assunto(s):Biogeografia   Filogenia   Filogeografia   Mata Atlântica
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Biogeografia | Chaurus Grupo Crucifer | Filogenia | Filogeografia | Mata Atlantica | Processos Evolutivos

Resumo

Os critérios para definição de espécies não são um consenso. Métodos filogeográficos vêm sendo aplicados para testar a monofilia de espécies, revelando histórias evolutivas complexas e taxonomias que usualmente subestimam a diversidade. O grupo de Chaunus crucifer era originalmente monoespecífico, tendo sido revisado recentemente com base em caracteres morfológicos e morfamétricos. Atualmente o grupo é constituído por cinco espécies distribuídas por todos os domínios; e áreas de influência da mata atlântica. Entretanto o grupo apresenta um histórico taxonômico confuso, o número de linhagens não é conhecido e a monofilia das espécies não foi testada. A história evolutiva do grupo também é desconhecida, as hipóteses filogenéticas disponíveis são precárias e conflitantes, não existe hipótese biogeográfica disponível. Assim, este estudo tem por objetivo determinar o número de linhagens genéticas no grupo, testar a monofilia das espécies atualmente válidas e recuperar seus relacionamentos para propor uma hipótese biogeográfica. Para isso serão amostradas populações das cinco espécies de forma a cobrir suas distribuições e zonas de contato; árvores e redes de haplótipos serão construídas a partir de marcadores mitocondriais e nucleares. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
THOME, MARIA TEREZA C.; ZAMUDIO, KELLY R.; GIOVANELLI, JOAO G. R.; HADDAD, CELIO F. B.; BALDISSERA, JR., FLAVIO A.; ALEXANDRINO, JOAO. Phylogeography of endemic toads and post-Pliocene persistence of the Brazilian Atlantic Forest. Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 55, n. 3, p. 1018-1031, . (07/52136-2, 05/52727-5, 08/50928-1, 06/56938-3)
THOME, MARIA TEREZA C.; ZAMUDIO, KELLY R.; HADDAD, CELIO F. B.; ALEXANDRINO, JOAO. Barriers, rather than refugia, underlie the origin of diversity in toads endemic to the Brazilian Atlantic Forest. Molecular Ecology, v. 23, n. 24, p. 6152-6164, . (07/52136-2, 05/52727-5, 13/50741-7, 06/56938-3)
THOME, MARIA TEREZA C.; ZAMUDIO, KELLY R.; HADDAD, CELIO F. B.; ALEXANDRINO, JOAO. Delimiting genetic units in Neotropical toads under incomplete lineage sorting and hybridization. BMC Evolutionary Biology, v. 12, . (07/52136-2, 05/52727-5, 08/50928-1, 06/56938-3)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.