Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise comparativa de ratos desnutridos submetidos a estimulação tátil e ao enriquecimento ambiental: medidas bioquímicas e comportamentais

Processo: 07/51380-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Pesquisador responsável:Sebastião de Sousa Almeida
Beneficiário:Roberto de Oliveira Soares
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Proteínas   Desnutrição proteica   Enriquecimento ambiental   Estimulação tátil   Labirinto em cruz elevado
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Desnutricao Proteica | Enriquecimwento Ambiental | Estimulacao Tatil | Labirinto Em Cruz Elevado | Medidas Bioquimicas - Snc

Resumo

A proteína é um elemento essencial para o crescimento e manutenção do organismo e para sua manutenção. Em ratos, o déficit na ingestão de proteína, durante o período de desenvolvimento do sistema nervoso central (SNC), resulta em atrasos no desenvolvimento físico e cerebral, com conseqüências também para o comportamento. A desnutrição acarreta inda um aumento nos níveis de corticosterona circulante, um indicador de estresse. Pesquisas mostram que prejuízos causados pela desnutrição podem ser parcialmente revertidos pela estimulação ambiental e táctil. O enriquecimento ambiental aumenta a exploração no labirinto em cruz elevado (LCE), além de reverter alguns danos no cérebro de ratos desnutridos. Outros trabalhos mostram que estimulação táctil pode ter participação fundamental na modulação de respostas comportamentais, no desenvolvimento do sistema sensório-motor e na redução do estresse. Sabe-se que a estimulação pode alterar o metabolismo de poliaminas e melhorar o retrocontrole (feed back) do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, influenciado os níveis de corticosterona plasmática, mas não existem dados bioquímicos e comportamentais, durante a desnutrição realizada na fase de desenvolvimento do SNC. Este trabalho tem o objetivo de comparar em ratos desnutridos e controles os efeitos do enriquecimento ambiental e da estimulação tátil, em diferentes períodos durante a formação do SNC (8 a 21 dias e de 21 a 35 dias) através das concentrações de corticosterona plasmática, poliaminas no hipocampo e córtex occipital, serotonina no hipocampo, e o desempenho no Labirinto em Cruz Elevado ao 36 dias de idade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOARES, ROBERTO O.; OLIVEIRA, LUIZ M.; MARCHINI, JULIO S.; ANTUNES-RODRIGUES, JOSE; ELIAS, LUCILA L. K.; ALMEIDA, SEBASTIAO S.. Effects of early protein malnutrition and environmental stimulation on behavioral and biochemical parameters in rats submitted to the elevated plus-maze test. NUTRITIONAL NEUROSCIENCE, v. 16, n. 3, p. 104-112, . (07/51380-7)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SOARES, Roberto de Oliveira. Efeitos da desnutrição protéica precoce e da estimulação ambiental em medidas bioquímicas e comportamentais em ratos. 2009. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.