Busca avançada
Ano de início
Entree

Acao da guanilina e uroguanilina no transporte ionico em tubulos renais.

Processo: 05/60491-1
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2006
Vigência (Término): 30 de setembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Gerhard Malnic
Beneficiário:Lucília Maria Abreu Lessa Leite Lima
Instituição Sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:04/01683-5 - Estudo molecular e funcional de transportadores de íons em membranas, AP.TEM
Assunto(s):Potássio   Transporte de íons   Guanilina   Hidrogênio
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Guanilina | Hidrogenio | Microperfusao | Potassio | Transporte Ionico | Uroguanilina

Resumo

Guanilina e Uroguanilina são peptídeos produzidos no intestino que apresentam efeitos semelhantes aos da toxina termoestável da Escherichia coli (STA). Tais como natriurese, caliurese, diurese e aumento dos níveis de GMPc. Papéis fisiológicos para esses peptídeos incluem a regulação do balanço celular epitelial no intestino e modulação do balanço de sódio através de ações nos rins. Dietas ricas em sal aumentaram as concentrações de uroguanilina na urina, como também os níveis de mRNA no intestino e rim. Guanilina e uroguanilina podem, portanto, participar de um eixo endócrino conectando o sistema gastrointestinal ao rim. Em nosso estudo analisaremos os efeitos dos peptídeos guanilina e uroguanilina, utilizando para tanto micropuntura de nefron isolado de rato. Avaliaremos efeitos específicos nos diferentes segmentos dos túbulos renais como secreção e absorção de íons e análise de parâmetros ácido-base. Investigaremos o mecanismo de ação dos peptídeos mencionados acima no desenvolvimento das ações renais, inclusive os mecanismos de sinalização celular, através do uso de inibidores e estimuladores específicos. Nestes estudos, serão também usadas células renais em cultura (IRPTC, proximais de rato, e MDCK, distais de cão). Nestas células, será determinado o efeito das guanilinas sobre pH celular e sobre cálcio celular. Avaliaremos, ainda, a possível interferência de uma sobrecarga de NaCI na dieta, nos efeitos promovidos pelos peptídeos guanilina e uroguanilina (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARRARO-LACROIX, LUCIENE R.; LESSA, LUCILIA M. A.; BEZERRA, CAMILA N. A.; PESSOA, THAISSA D.; SOUZA-MENEZES, JACKSON; MORALES, MARCELO M.; GIRARDI, ADRIANA C. C.; MALNIC, GERHARD. Role of CFTR and ClC-5 in Modulating Vacuolar H+-ATPase Activity in Kidney Proximal Tubule. CELLULAR PHYSIOLOGY AND BIOCHEMISTRY, v. 26, n. 4-5, p. 563-576, . (07/52945-8, 05/60491-1, 09/51772-8, 06/50828-1, 04/01683-5)
L.R. CARRARO-LACROIX; L.M.A. LESSA; R. FERNANDEZ; G. MALNIC. Physiological implications of the regulation of vacuolar H+-ATPase by chloride ions. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 42, n. 2, p. 155-163, . (05/60491-1, 06/50828-1, 04/01683-5)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LIMA, Lucília Maria Abreu Lessa Leite. Efeito da uroguanilina sobre o transporte de hidrogênio em túbulos renais de rins de rato e em linhagens de células proximais e distrais. 2009. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas (ICB/SDI) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.