Busca avançada
Ano de início
Entree

Os limites da percepcao visual e o sublime nas "investigacoes filosoficas" de edmund burke.

Processo: 05/57630-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2006
Vigência (Término): 31 de maio de 2008
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Márcio Suzuki
Beneficiário:Daniel Lago Monteiro
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Visão   Sublime

Resumo

A partir da distinção feita por Edmund Burke em sua obra "A Philosophical Enquiry into the Origin of our Ideas of the Sublime and Beautiful", de 1757, entre o sublime na natureza e o sublime na poesia e na eloqüência, o projeto tem por principal finalidade avaliar em que medida a visão participa da experiência do sublime. Constituindo-se como um estado limite da dor, fundamentado no deleite, Burke sugere que na experiência do sublime somos incapazes de contemplar o objeto em sua plenitude. Assim o autor, ao tratar do papel da visão na percepção do sublime na natureza, identifica nos corpos envoltos em obscuridade, onde não podemos fixar com precisão seus limites, um pode/maior de afecção. A mesma limitação da visão encontramos no sublime poético-retórico, na medida em que as palavras, segundo Burke, independem das idéias, ou imagens sensíveis, na transmissão das afecções do sublime. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MONTEIRO, Daniel Lago. No limiar da visão: a poética do sublime em Edmund Burke. 2010. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.