Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de sistema colaborativo de planejamento e programação da produção hortícola: aplicação experimental na produção de rosas

Resumo

Apesar de vários estudos apontarem a necessidade de melhorar a gestão da produção hortícola, pouco tem sido desenvolvido para esse fim. A maior parte do desenvolvimento tecnológico da horticultura trata dos aspectos tradicionais da agronomia, como os tratos culturais, nutrição, melhoramento genético, fitossanidade, etc. Adicionalmente, a horticultura possui características que justificam o desenvolvimento de tecnologias gerenciais adequadas à sua realidade: a) dificuldade de estocagem devido a perecibilidade da produção; b) sazonalidade da produção e da demanda; c) oscilação de preços; d) forte impacto social; e) relevância econômica etc. Realizar o planejamento da produção, voltado ao atendimento da demanda de mercado, apenas considerando as variáveis internas à propriedade tem um resultado limitado. Quando um produtor toma suas decisões isoladamente, sem saber, acaba gerando excesso ou falta de produção, com consequente perda de produto, oscilação de preços, desabastecimento de mercados, etc. Inversamente, com uma comunidade de produtores compartilhando informações entre si, pode-se melhorar a sincronização entre oferta e demanda, comparar indicadores de desempenho e melhorar o desempenho de toda a comunidade envolvida. Esta pesquisa pressupõe que o compartilhamento de informação, entre membros de uma comunidade de produtores, contribui para a melhoria da qualidade das decisões internas à cada propriedade. Este projeto tem o objetivo de desenvolver uma solução inovadora e colaborativa, que traduza a informação da demanda em um plano de produção que maximize a rentabilidade considerando as restrições do sistema produtivo. A aplicação experimental será realizada no cultivo de rosas que se justifica pela sua importância econômica, social, por suas características de produção e mercado e também pelo conhecimento do cultivo pelo pesquisador. Através de uma abordagem matemática, o sistema proposto elabora o plano de plantio e prevê a colheita futura. Com uma comunidade de produtores utilizando o sistema, chega-se a uma previsão agregada que é compartilhada entre os usuários do sistema. Verifica-se se está em excesso, em déficit ou normal comparando com a expectativa de demanda. Essa comparação é avaliada pelo produtor que pode manter ou alterar seu plano de produção original. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)