Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação da esfingomielina do leite de vaca sobre os linfócitos T natural killer invariantes de pacientes com esofagite eosinofílica (EOE) não sensibilizados ao leite de vaca

Processo: 16/20112-6
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2017 - 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Fabio Fernandes Morato Castro
Beneficiário:Fabio Fernandes Morato Castro
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Ariana Campos Yang ; Cristina Maria Kokron ; Keity Souza Santos ; Tomas Navarro Rodriguez
Assunto(s):Doenças do esôfago  Esofagite eosinofílica  Glicoesfingolipídeos  Esfingomielinas  Linfócitos T  Células T matadoras naturais  Leite de vaca 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:EoE | Esfingomielina | Esofagite Eosinofílica | iNKT | leite de vaca | Linfócitos T Natural Killer Invariantes | Alergia e Imunopatologia

Resumo

A esofagite eosinofílica (EoE) é definida como uma doença inflamatória crônica do esôfago, imunologicamente ou antigenicamente mediada, caraterizada clinicamente por sintomas de disfunção esofagiana, e histologicamente por infiltrado inflamatório eosinofílico no esôfago (e 15 eosinófilos por campo de grande aumento), que não apresente melhora após 8 semanas de tratamento com inibidor de bomba de prótons (IBP). É uma doença mediada pelo perfil imunológico TH2 em resposta a exposição a aeroalergenos e a alérgenos alimentares, principalmente o leite de vaca. A literatura tem mostrado que a dieta de exclusão empírica do leite de vaca nos pacientes com EoE, melhora o quadro clínico e o infiltrado eosinofílico do esófago. A hipótese sugerida é que o leite de vaca através de uma glicoproteína chamada esfingomielina, estimula os linfócitos T Natural Killer invariantes (iNKT) levando ao aumento da produção de citocinas do perfil TH1 e TH2, estimulando a inflamação eosinofílica no esôfago. Por tanto nosso estudo, único na literatura procura avaliar a ação da esfingomileina do leite de vaca sobre os linfócitos iNKT, em um grupo de pacientes não sensibilizados ao leite de vaca com Esofagite Eosinofílica, através de testes de linfoproliferação do sangue periférico e tecido esofagiano com diferentes tipos de leite. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)