Busca avançada
Ano de início
Entree

Condylostylus, distribuições pseudo-gondwânicas e o manual de Dolichopodidae da América do Sul

Resumo

O Brasil tem feito um investimento organizado em pesquisa sobre diversidade biológica de Diptera, uma das ordens de inseto megadiversas. A família Dolichopodidae é a quarta mais especiosa de Diptera, incluindo 255 gêneros e cerca de 7.600 espécies descritas no mundo. O conhecimento das relações entre as subfamílias de Dolichopodidae teve avanços importantes nos últimos anos, mas há problemas nas hipóteses de monofilia de algumas delas, bem como no posicionamento das subfamílias em uma filogenia da família. Para a região Neotropical, há pouco mais de 1.200 espécies descritas em 76 gêneros, além de uma enorme porção da biodiversidade da família por ser descrita. O conceito de táxons "open-ended" foi proposto pelo Dr. Daniel Bickel com especial foco no gênero Hilara Meigen (Empididae), mas aplica-se a diversos gêneros de Dolichopodidae, entre eles o gênero Condylostylus Bigot. Esse gênero tem cerca de 260 espécies descritas, com 75% dessa diversidade na região Neotropical. Suas espécies são relativamente conspícuas em ambientes naturais e em ambientes secundários, mas não há chave de identificação para as espécies ou revisões recentes, tornando extremamente desejável que houvesse uma revisão publicada para o grupo que permitisse o uso do gênero em estudos ambientais. O Dr. Daniel Bickel há alguns anos vem-se dedicando ao estudo do gênero e tem condições, com uma visita às coleções brasileiras, de completar essa revisão. Adicionalmente, questões associadas a espécies do gênero Thrypticus surgiram nos últimos anos na América do Sul. As espécies desse gênero são minadoras foliares de agua-pé, o que lhes concede importância econômica, mas há problemas taxonômicos não resolvidos no gênero. O Dr. Bickel vem colaborando com a MSc Érica Sevilha, doutoranda da UnB, em problemas relacionados a espécies desse gênero. O Dr. Daniel Bickel é co-autor, com o Dr. Renato Soares Capellari, do capítulo da família Dolichopodidae no Manual de Diptera da América do Sul-um projeto que deve compilar em dois ou três volumes todo o conhecimento de diversidade de Diptera continente acumulado em muitas décadas. O capítulo de Dolichopodidae no manual sera a contribuição mais importante para o avanço da taxonomia da família na América do Sul nos pelos menos próximos 20 anos. Sua vinda deve permitir, finalmente, que ele trabalhe com o proponente deste projeto em uma publicação sobre a distribuição de uma fauna tropical em terrenos da Laurásia no Cretáceo Superior, que provavelmente origina secundariamente, ao longo da primeira metade do Cenozoico, junto com a expansão da distribuição das Angiospermas, as florestas tropicais em terrenos da Gondwana. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)