Busca avançada
Ano de início
Entree

Sustentabilidade de distribuição urbana de carga na RMSP

Processo: 17/06074-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2017 - 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Transportes - Planejamento de Transportes
Pesquisador responsável:José Geraldo Vidal Vieira
Beneficiário:José Geraldo Vidal Vieira
Instituição-sede: Centro de Ciências em Gestão e Tecnologia (CCGT). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Campus de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Pesq. associados: Jan C. Fransoo
Assunto(s):Logística  Transporte de carga  Área urbana  São Paulo (SP) 

Resumo

O transporte de mercadorias contribui substancialmente para uma diminuição da habitabilidade por meio de poluentes locais e do congestionamento de veículos. Por outro lado, a logística urbana tem sido um fator determinante para a sustentabilidade das cidades no que se refere à mobilidade e à distribuição de mercadorias. A maior parte da distribuição de mercadorias compreende as categorias de alimentos e higiene/limpeza. A ineficiência desta distribuição impacta diretamente os meios de subsistência de todos os cidadãos em grandes megacidades, com um impacto desproporcional sobre aqueles com renda baixa e média-baixa. No entanto, o movimento de bens contribui para o crescimento econômico local. Esta proposta fornece uma análise da distribuição urbana de carga na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), levando em conta o governo, empresas (operadores de fretes, varejistas, fabricantes) e residentes. Os diferentes pontos de vista das partes interessadas colocam desafios a todos os que vivem no RMSP em relação à "distribuição sustentável de mercadorias urbanas", principalmente nas áreas centrais e periféricas. A revisão da literatura descreverá sobre "O impacto do zoneamento e regulamentos por parte dos governos locais sobre a habitabilidade das pessoas e a circulação de mercadorias e, em menor grau, esclarecerá o" comportamento de compra do consumidor em áreas periféricas”. A pesquisa propõe o desenvolvimento inicial de casos exploratórios em algumas indústrias (eletrônicos, telecomunicações, mercearia, drogas, calçados e vestuário), em alguns provedores de logística (terceirização de logística e transportadores) e em alguns varejistas. Os agentes do governo também serão entrevistados. As entrevistas e os casos nos permitirão caracterizar o setor varejista (fluxos logísticos e diferentes tipos de varejo) e investigar as regras do sistema de transporte adotadas pelo governo. Em segundo lugar, as bases de dados sobre frota, população e sistema de transporte serão analisadas usando dados ao longo do tempo. O transporte de mercadorias O-D na cidade de São Paulo também será investigado. Terceiro, será realizado um levantamento de dados com esses agentes, a fim de compreender o seu comportamento na distribuição de mercadorias. Também é importante compreender a dinâmica e a sustentabilidade dos sistemas de varejo, bem como a forma como determinadas áreas urbanas se adaptam à mudança. Os dados serão analisados por meio de métodos estatísticos multivariados (por exemplo, análise de regressão múltipla, modelagem de equações estruturadas, análise fatorial, correlação não-linear), modelos econométricos, métodos de Análise de Decisão Multicritérios (MCDA) e métodos otimizados para avaliar a forma como a sustentabilidade na distribuição de mercadorias é afetada pelo congestionamento do tráfego e pelas emissões de carbono. Por outro lado, esta pesquisa poderá revelar como as políticas adotadas pelas autoridades públicas e privadas (empresas) urbana de carga podem interferir nas operações logísticas e nas escolhas de compras dos consumidores. Para tanto, visa-se um estudo abrangente sobre o impacto dessas políticas na logística urbana na RMSP, principalmente na cidade de São Paulo. Esta proposta é original porque aborda o transporte urbano sustentável, em termos de aspectos ambientais, sociais e econômicos, dentro de uma abordagem multidisciplinar que combina o transporte urbano de carga nas áreas centrais e periféricas da cidade de São Paulo, o planejamento urbano e perspectivas de uso do solo e o comportamento de compra dos consumidores no RMSP. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARVALHO, NAYARA LOUISE; MENDES, JULIANA VEIGA; AKIM, ERICA KUSHIHARA; MERGULHAO, RICARDO COSER; VIDAL VIEIRA, JOSE GERALDO. Supply chain collaboration: differing perspectives of Brazilian companies. INTERNATIONAL JOURNAL OF LOGISTICS MANAGEMENT, v. 32, n. 1, SI SEP 2020. Citações Web of Science: 0.
DIAS, PEDRO A. P.; YOSHIZAKI, HUGO; FAVERO, PATRICIA; VIEIRA, JOSE GERALDO VIDAL. Daytime or Overnight Deliveries? Perceptions of Drivers and Retailers in SAo Paulo City. SUSTAINABILITY, v. 11, n. 22 NOV 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.