Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do treinamento físico no balanço autonômico, rigidez arterial e rarefação em ratos espontaneamente hipertensos tratados com dexametasona: contribuição dos microRNAs

Resumo

A hipertensão arterial (HA) é o principal fator de risco doenças cardiovasculares e tem sido considerada um grave problema de saúde pública. Demonstramos anteriormente que o tratamento crônico com dexametasona (DEX) determina hipertensão arterial, no entanto, os mecanismos responsáveis por esta resposta ainda não estão totalmente elucidados. Sabendo-se indivíduos hipertensos podem fazer o uso da DEX, é plausível a ideia de que o tratamento com a DEX poderia provocar aumento mais acentuado da PA de indivíduos já hipertensos. Esta resposta poderia estar associada a um maior desbalanço autonômico para o coração, a uma maior rigidez das arteríolas e a maiores efeitos deletérios na microcirculação, o que, em conjunto, poderiam culminar em um drástico aumento do risco de morbi-mortalidade nesses pacientes. Recentemente, os miRNAs vêm ganhando visibilidade e sendo considerados importantes na determinação da gênese da hipertensão espontânea, contudo, seu papel na HA induzida pela DEX em animais espontaneamente hipertensos (SHR) ainda não foi investigado. Inversamente, o treinamento físico (TF) aeróbio ou combinado tem sido recomendado como co-adjuvante no tratamento da HA. Apesar das evidências de efeitos benéficos do TF em ratos tratados com DEX, até o momento, nada se sabe sobre a contribuição dos miRNAs nesse contexto, muito menos, dos possíveis efeitos benéficos que o TF poderia proporcionar em indivíduos hipertensos com o risco de vida drasticamente aumentado devido ao tratamento com DEX. Assim, enquanto os tratamentos farmacológicos agem para aliviar os sintomas, as terapias com miRNAs podem influenciar na origem do problema e serem mais promissoras. Neste sentido, o exercício físico, a partir da modulação dos miRNAs, passa a ser uma potente estratégia não farmacológica para conter o problema desde sua origem, evitando ou atenuando os efeitos colaterais dos medicamentos. O objetivo do presente estudo será investigar se TF, aeróbio ou combinado, é capaz de modular o balanço autonômico, a rigidez arterial e a expressão dos miRNAs relacionados com a microcirculação e remodelamento de vasos em SHR tratados com DEX. Para responder a estes questionamentos este projeto irá associar técnicas funcionais (pressão arterial e avaliação da rigidez arterial) e estruturais (razão parede-luz das artérias e arteríolas, densidade de capilares, propriedades elásticas dos vasos). Estes medidas serão ainda associadas com avaliações moleculares dos miRNAs-16,-21,-126,-143/145,-155,-205,-221 e -222, os quais parecem estar envolvidos nas respostas de remodelamento e densidade de vasos além de proteínas associadas a estas respostas em ratos normotensos e hipertensos, sedentários ou treinados e tratados ou não com DEX. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (9)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TARDELLI, LIDIELI P.; DUCHATSCH, FRANCINE; HERRERA, NAIARA A.; VICENTINI, CARLOS ALBERTO; OKOSHI, KATASHI; AMARAL, SANDRA L. Differential effects of dexamethasone on arterial stiffness, myocardial remodeling and blood pressure between normotensive and spontaneously hypertensive rats. JOURNAL OF APPLIED TOXICOLOGY, v. 41, n. 10, p. 1673-1686, OCT 2021. Citações Web of Science: 1.
MIOTTO, DANYELLE S.; DUCHATSCH, FRANCINE; MACEDO, ANDERSON G.; RUIZ, THALLES F. R.; VICENTINI, CARLOS A.; AMARAL, SANDRA L. Perindopril Reduces Arterial Pressure and Does Not Inhibit Exercise-Induced Angiogenesis in Spontaneously Hypertensive Rats. Journal of Cardiovascular Pharmacology, v. 77, n. 4, p. 519-528, APR 2021. Citações Web of Science: 0.
MIOTTO, DANYELLE S.; DIONIZIO, ALINE; JACOMINI, ANDRE M.; ZAGO, ANDERSON S.; BUZALAF, MARILIA AFONSO RABELO; AMARAL, SANDRA L. Identification of Aortic Proteins Involved in Arterial Stiffness in Spontaneously Hypertensive Rats Treated With Perindopril:A Proteomic Approach. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 12, FEB 10 2021. Citações Web of Science: 0.
TARDELLI, LIDIELI P.; DUCHATSCH, FRANCINE; HERRERA, NAIARA A.; VICENTINI, CARLOS ALBERTO; OKOSHI, KATASHI; AMARAL, SANDRA L. Differential effects of dexamethasone on arterial stiffness, myocardial remodeling and blood pressure between normotensive and spontaneously hypertensive rats. JOURNAL OF APPLIED TOXICOLOGY, FEB 2021. Citações Web of Science: 0.
HERRERA, NAIARA A.; DUCHATSCH, FRANCINE; TARDELLI, LIDIELI P.; DIONISIO, THIAGO J.; SANTOS, CARLOS F.; AMARAL, SANDRA L. Dexamethasone Does Not Inhibit Treadmill Training-Induced Angiogenesis in Myocardium: Role of MicroRNA-126 Pathway. Journal of Cardiovascular Pharmacology, v. 76, n. 6, p. 708-714, DEC 2020. Citações Web of Science: 1.
DUCHATSCH, FRANCINE; TARDELLI, LIDIELI P.; HERRERA, NAIARA A.; RUIZ, THALLES F. R.; VICENTINI, CARLOS A.; OKOSHI, KATASHI; SANTOS, CARLOS F.; AMARAL, SANDRA L. Dexamethasone and Training-Induced Cardiac Remodeling Improve Cardiac Function and Arterial Pressure in Spontaneously Hypertensive Rats. JOURNAL OF CARDIOVASCULAR PHARMACOLOGY AND THERAPEUTICS, v. 26, n. 2 AUG 2020. Citações Web of Science: 1.
HERRERA, NAIARA ARAUJO; DUCHATSCH, FRANCINE; KAHLKE, ALLISON; AMARAL, SANDRA LIA; VASQUEZ-VIVAR, JEANNETTE. In vivo vascular rarefaction and hypertension induced by dexamethasone are related to phosphatase PTP1B activation not endothelial metabolic changes. Free Radical Biology and Medicine, v. 152, p. 689-696, MAY 20 2020. Citações Web of Science: 0.
HERRERA, NAIARA A.; DUCHATSCH, FRANCINE; TARDELLI, LIDIELI P.; DIONISIO, THIAGO J.; SHINOHARA, ANDRE L.; SANTOS, CARLOS F.; AMARAL, SANDRA LIA. MicroRNA-126 upregulation, induced by training, plays a role in controlling microcirculation in dexamethasone treated rats. Molecular and Cellular Endocrinology, v. 505, APR 5 2020. Citações Web of Science: 0.
FABRICIO, MAYARA F.; JORDAO, MARIA T.; MIOTTO, DANYELLE S.; RUIZ, THALLES F. R.; VICENTINI, CARLOS A.; LACCHINI, SILVIA; SANTOS, CARLOS FERREIRA; MICHELINI, LISETE C.; AMARAL, SANDRA L. Standardization of a new non-invasive device for assessment of arterial stiffness in rats: Correlation with age-related arteries' structure. METHODSX, v. 7, 2020. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.