Busca avançada
Ano de início
Entree

Raymond Williams: crítica e crise como elementos constitutivos de cultura e educação no Pós-guerra (1946-1961)

Resumo

Entre 1946 e 1961, Raymond Williams participou intensamente do movimento de educação para adultos que existia na Inglaterra, sob a direção da Universidade de Oxford. O resultado são ensaios, programas de estudos, um periódico e até um filme, que produziu em parceria com outros colegas, também sobreviventes da Segunda Guerra. No Brasil, a despeito da popularidade desse autor nos meios acadêmicos, são pouco conhecidas as fontes documentais sobre Williams e a educação de adultos. O objetivo deste projeto de pesquisa de ciências sociais na educação é realizar o levantamento, a análise e a interpretação desse material, bem como sua publicização em língua portuguesa. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ALEXANDRO HENRIQUE PAIXÃO. RAYMOND WILLIAMS E A EDUCAÇÃO DEMOCRÁTICA. Educação & Sociedade, v. 39, n. 145, p. 1004-1022, . (17/02063-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.