Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da eficiência mastigatória, força máxima de mordida e atividade elétrica dos músculos masseter e temporal em indivíduos que praticam atividade física hipertrófica

Processo: 17/01334-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2017 - 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Marcelo Coelho Goiato
Beneficiário:Marcelo Coelho Goiato
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Daniela Micheline dos Santos ; Karina Helga Turcio de Carvalho
Assunto(s):Eletromiografia  Músculo esquelético  Eficiência mastigatória  Hipertrofia  Prótese dentária  Força de mordida  Sistema musculoesquelético 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Eficiência mastigatória | eletromiografia | Força de mordida | hipertrofia | Músculo esquelético | Prótese Dentária

Resumo

A atividade física é um importante fator de impacto na saúde geral e a falta dela está entre as causas de doenças crônicas como hipertensão arterial, diabetes tipo 2 e obesidade. No entanto, com o maior acesso da população a informações e influências sobre um estilo de vida mais saudável, a procura por hábitos como alimentação saudável e prática de esportes vem crescendo consideravelmente, buscando não apenas saúde, mas também estética. Para isso, muitos buscam os treinos hipertróficos, um tipo de exercício que busca o aumento volumétrico dos músculos por meio de treinos com grande carga de força. Em vista do grande esforço muscular realizado nesta prática, é necessário avaliar possíveis relações entre o treino hipertrófico e a musculatura do aparelho estomatognático. O objetivo deste estudo será avaliar a influência da atividade física hipertrófica na eficiência mastigatória, força máxima de mordida e atividade elétrica dos músculos masseter e temporal. Serão selecionados 20 indivíduos (10 homens e 10 mulheres) que praticam atividade física hipertrófica regularmente de acordo com os critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos. Será feita então a coleta dos dados sociodemográficos e as análises iniciais de eficiência mastigatória, força máxima de mordida e análise eletromiográfica dos músculos masseter e temporal. Será realizado então um treino de hipertrofia padronizado pré-determinado pelo educador físico, e logo após o treino, todas as análises serão repetidas. Os dados obtidos serão submetidos ao teste de normalidade, e caso seja constatada diferença estatisticamente significante, será aplicado o teste adequado de probabilidade, e se possível, testes de correlação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)