Busca avançada
Ano de início
Entree

Redes de imagens, memórias e testemunhos: por uma documentação performativa de saberes

Resumo

O objetivo desta tese e analisar o processo de documentar memórias e testemunhos, a partir de diferentes linguagens, apresentando experimentos que testam o que a pesquisa propõe como uma "documentação performativa de saberes". A grade teórica lida com um mosaico de teorias, atravessando de maneira indisciplinar algumas fronteiras epistemológicas. Para fundamentar a discussão reúne autores como Boaventura Souza Santos, Arlindo Machado, Christine Greiner, Diana Taylor, Michel Foucault, Giorgio Agamben, Henri Atlan e Gilles Lipovetsky. Os principais temas abordados referem-se a documentação, tradução, constituição de imagens; e os significados de termos como testemunho, arquivo e memória. A hipótese principal e de natureza teórico-prática, partindo do conceito de ecologia dos saberes, proposto por Santos, estendido ao universo midiático e performativo. O corpus da tese são as próprias obras criadas como parte integrante da pesquisa. São elas: o documentário Subsolos (acerca do subterrâneo da avenida Paulista); a vídeo instalação Cachoeiras Urbanas que liquefaz as estruturas da cidade em um movimento continuo de cenas cuja violência e expressa em termos de imagem e som; Castelo de Cartas que constrói um testemunho sobre o desmanche na cidade em um mosaico de nove telas simultâneas; e o Sistemas Ecos que elabora uma proposta coletiva de compartilhamento de linguagens artísticas e obras inéditas concebidas por um grupo de convidados. Estas experiências são o resultado principal da pesquisa. Palavras-chave: Documentário, Memória, Cidade, Ecologia de Saberes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)