Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação técnica do ambiente de tecnologia da informação do Instituto Agronômico e ações para melhoria da velocidade e da capacidade de armazenamento de dados

Resumo

O presente projeto tem por objetivo a contratação de avaliação técnica do ambiente de Tecnologia da Informação (TI) do Instituto Agronômico (IAC), para projetar e dimensionar toda a rede que interliga a sede e o Centro Experimental Central (CEC), sediadas em Campinas. A partir dessa análise, será possível localizar com precisão os eventuais gargalos operacionais e de performance, pontos de falhas e problemas de TI, com vistas a dimensionar a infraestrutura de TI do IAC, no curto, médio e longo prazos para garantir maior segurança, eficiência e velocidade na transmissão e recebimento de dados relativos aos serviços disponíveis para acesso à intranet e internet em sua rede principal, evitando inclusive interrupções na rede. Para viabilizar conexão do IAC à Redecomep, pretende-se também contratar serviço para Instalação e configuração do servidor Linux, já disponível na instituição, para sua utilização no CEC, com acesso à comunidade científica do IAC pertencente a 7 dos 12 centros de pesquisa que se localizam nessa unidade. A Redecomep é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), para implementar redes de alta velocidade nas regiões metropolitanas do país servidas pelos Pontos de Presença da RNP. Essa rede, interligada por fibras ópticas próprias, foi implantada para interligar as instituições de pesquisa e educação superior da Região Metropolitana de Campinas, para assegurar sua auto-sustentação. Complementarmente, pretende-se adquirir novo servidor Windows, para ser um repositório WEB, com o intuito de acomodar as bases de dados agrometeorológicos (Ciiagro/IAC), do herbário e das análises químicas do IAC, que são de grande relevância para os diversos usuários do setor agrícola. Como informação adicional sobre essas bases, deve-se ressaltar que os dados climáticos são coletados a partir de mais de 100 estações meteorológicas, cobrindo praticamente todo o Estado, e se constitui em um dos acervos mais antigos do Brasil, com início em 1890, com funcionamento ininterrupto desde então. Já sobre o herbário são mais de 51.666 plantas catalogadas, disponíveis para consulta dos interessados. O atual servidor está no limite, o sistema operacional e hardware são obsoletos e não possui mais suporte técnico. Isto posto, a aquisição de equipamento mais moderno e com maior capacidade de armazenamento de dados permitirá gestão mais eficiente e segura dessas bases. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)