Busca avançada
Ano de início
Entree

Refração e avaliação eletrofisiológica visual em cães submetidos à facoemulsificação com implante de lente intraocular

Processo: 14/19381-7
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2015 - 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Angélica de Mendonça Vaz Safatle
Beneficiário:Angélica de Mendonça Vaz Safatle
Instituição Sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Aline Adriana Bolzan ; Paula Yuri Sacai Munhoz
Assunto(s):Oftalmologia veterinária  Eletrofisiologia  Acuidade visual  Potenciais evocados visuais  Eletrorretinografia  Implante de lente intraocular  Facoemulsificação  Cães 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:acuidade visual | Eletrofisiologia Visual | eletrorretinografia On e Off | Facoemulsificação | Potencial Visual Evocado por Varredura | refração | Oftalmologia Veterinaria

Resumo

Exames eletrofisiológicos para a avaliação da acuidade visual são bastante utilizados na medicina humana, sendo empregados no diagnóstico e acompanhamento de diversas doenças. O potencial visual evocado de varredura (PVEV) é um método objetivo de medição da acuidade visual que independe da comunicação do paciente para realizá-lo. Assim, sua aplicabilidade na medicina veterinária mostra-se muito vantajosa, porém, atualmente, ainda é pouco explorado.Atualmente, o único exame eletrofisiológico utilizado de forma ampla na prática clínica veterinária é o eletrorretinograma (ERG) de campo total. Mas, em decorrência da enorme variabilidade dentro das diferentes raças e espécies existentes, há ainda um amplo campo de estudo e padronizações a serem realizados. Adicionalmente, outros exames eletrorretinográficos ainda não foram aplicados na medicina veterinária, como o eletrorretinograma do tipo ON e OFF (ERG ON e OFF), que avalia a comunicação entre fotorreceptores e células bipolares da retina. O estudo desses exames em animais é importante não apenas para o meio veterinário, mas também para seu desenvolvimento como modelo de estudo na medicina humana. Para padronizar o ERG do tipo ON e OFF em cães com catarata e determinar a acuidade visual em cães submetidos a facoemulsificação com e sem implante de lente intraocular (LIO), vinte cães da raça Poodle, entre 5 a 12 anos, serão selecionados e igualmente distribuídos em dois grupos: afácico (sem implante de lente intraocular) e pseudofácico (com implante de lente intraocular). Quinze cães da mesma raça, faixa etária e sem opacidade de meios serão selecionados para compor o grupo fácico (grupo controle). Os animais portadores de catarata serão submetidos ao exame de ERG, ERG ON e OFF e, 30 dias após realizada a cirurgia de facoemulsificação, será realizado o PVEV e refratometria ocular. Os animais do grupo fácico realizarão o PVEV e a refratometria ocular a fim de comparação.Esse estudo propõe-se a analisar a diferença de acuidade visual, de maneira objetiva, entre cães da raça Poodle fácicos, afácicos e pseudofácicos. O PVEV e o ERG ON e OFF são testes eletrofisiológicos ainda muito pouco explorados na medicina veterinária e sua aplicação abre novas portas para a evolução do diagnóstico de diversas alterações visuais nos animais (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)