Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores socioeconômicos e demográficos estão associados com padrões alimentares em uma coorte de adultos jovens brasileiros

Resumo

O objetivo foi identificar os padrões de dieta entre adultos jovens e investigar suas associações com fatores demográficos, socioeconômicos e de mobilidade social. Dados de de 2.034 jovens adultos (23-25 anos) da coorte de nascimento de 1978/79 de Ribeirão Preto, Brasil, foram utilizados. As mães deram informações sociodemográficas ao nascer e os adultos forneceram dados sociodemográficos e dietéticos em um questionário de frequência alimentar em 2002/04. Os padrões alimentares foram identificados por análise de componentes principais seguida de rotação ortogonal varimax, e por regressão de Poisson foram obtidas as razões de prevalência. Os padrões encontrados foram: saudável, tradicional brasileiro, altamente energético e bar. Após o ajuste, maior escolaridade na vida adulta mostrou uma maior adesão, e homens tiveram menor adesão ao padrão saudável. Maior adesão ao padrão tradicional foi encontrado em homens, mulatos, famílias com crianças e e2 membros, enquanto maior escolaridade na idade adulta, maior renda familiar na idade adulta e ao nascer apresentaram menor adesão. Padrão Bar foi associado ao sexo masculino e baixa escolaridade. Não foram observadas associações para o padrão altamente energético. A mobilidade social foi associada com o padrão tradicional.Homens e mulheres que não eram pobres ao nascer e na idade adulta apresentaram menor adesão a este padrão. Conclui-se que os fatores sócio-demográficos e mobilidade social foram associados com as escolhas alimentares. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)