Busca avançada
Ano de início
Entree

O desempenho térmico e luminoso de edifícios ícones da arquitetura modernista brasileira, produzida entre 1930 e 1964, em São Paulo

Resumo

O foco desta pesquisa são as relações entre soluções arquitetônicas de forma, orientação, sombreamento, componentes construtivos para a capacidade térmica do edifício, aberturas para a ventilação natural e o desempenho térmico e luminoso de edifícios icones da arquitetura modernista brasileira, localizados na cidade de São Paulo, produzidos entre 1930 e 1960, de uso comercial e residencial, que tiveram ênfase nos princípios de conforto térmico e conforto luminoso dos ocupantes. Sendo assim, os estudos de caso são: edifício Banco Sul Americano (atual Banco Itaú) (1966), na Avenida Paulista, do arquiteto Rino Levi; edificio Conjunto Nacional (1963), também na mesma avenida, projetado pelo arquiteto Daniel Libeskind; o edifício Louveiras (1946), no bairro de Higienópolis, projetado pelo arquiteto Vila Nova Artigas e o edifício Anchieta (1948), na Avenida Paulista, projetado pelo escritório carioca MM Robertos. O objetivo é verificar as relações destacadas acima, de forma quantitativa. O método é indutivo experimental com levantamento de campo de variáveis físicas e ambientais microclimáticas (temperatura do ar, umidade do ar, velocidade do ar, temperatura radiante média e iluminância), dedutivo simulacional por meio de aplicação de geometria da insolação e métodos simplificados de cálculo. Os resultados serão analisados de forma comparativa entre os dados experimentais e simulacionais, além de serem confrontados com critérios de desempenho, sendo o modelo adaptativo (ASHRAE, 2013) o critério para a avaliação do desempenho térmico e os critérios estabelecidos pela norma NBR ISO/CIE 8995-1, Iluminacao de Ambientes de Trabalho, Parte 1: Interior (ABNT, 2013) e pela instituição internacional Commission Internationale De L'eclairage, CIE (1983; 1994), para a avaliação do desempenho luminoso desses edifícios. Como resultado da avaliação de desempenho serão formuladas recomendações de projeto para a retomada do enfoque ambiental na arquitetura contemporânea. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MULFARTH, ROBERTA CONSENTINO KRONKA; GONCALVES, JOANA CARLA SOARES; MICHALSKI, RANNY LOUREIRO XAVIER NASCIMENTO; SHIMOMURA, ALESSANDRA RODRIGUES PRATA; NASCIMENTO E SOUZA, BEATRIZ; CUNHA, GUILHERME REIS MURI; MARCONDES-CAVALERI, MONICA PEREIRA; MONROY, MANUEL ALVAREZ GOMEZ. The environmental response of office buildings from the Brazilian bioclimatic modernism in Sa similar to o Paulo: the case study of Complexo Conjunto Nacional-CCN (1962). Solar Energy, v. 220, p. 617-634, . (14/15961-9, 15/04646-8, 18/25711-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.