Busca avançada
Ano de início
Entree

Compósito de bambu e polietileno para fabricação de artefato plástico em processo de rotomoldagem

Processo: 13/50087-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2014 - 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Leandro Shiroma
Beneficiário:Leandro Shiroma
Empresa:KNE Plast Indústria Comércio Ltda. - ME
Município: Cotia
Assunto(s):Materiais compósitos  Eucalipto  Pinus  Polietileno  Reciclagem 

Resumo

Tem se registro da utilização de WPC em produtos de termoformagem na década de 80, pela American Woodstock no setor automotivo e muito se tem desenvolvido em compósitos com alto teor de madeira em produtos injetados ou extrudados (CLEMONS, 2002). Já em processo de rotomoldagem pode-se obter peças técnicas simples ou com alto nível de complexidade a baixo custo, se comparadas aos processos convencionais (injeção, sopro, vácuo). Atualmente não há 1 registros de aplicação de WPC em produtos rotomoldados em escala de produção. O objetivo do projeto é a obtenção dos compósitos com resíduo de bambu e uma matriz de polietileno de alta densidade para fabricação de peças rotomoldadas. A escolha deste tema vai de encontro aos objetivos da LEI N° 12.484, DE 8 DE SETEMBRO DE 2011, que institui a Política Nacional de Incentivo ao Manejo Sustentado e ao Cultivo do Bambu, pois haverá uma demanda devido a projetos ligados a este tema. Em 2007, foram iniciadas as primeiras pesquisas e protótipos com os compósitos com resíduo de madeira provenientes de serrarias da região. Foi utilizado no início da pesquisa, o resíduo de Pinus e eucaliptus em uma matriz termoplástica de polietileno de baixa densidade. Os materiais foram processados (micronização), homogeneizados com aditivos e agente de acoplamento antes do carregamento e fechamento do molde. Posteriormente, as peças foram aquecidas a uma temperatura de 170°C por um período entre 30 a 40 min e colocados em seguida para resfriamento. A peça rotomoldada foi extraída do molde, sendo este liberado para novo carregamento. Os corpos-de-prova para ensaios são extraído das peças conforme normas vigentes para análise de tração, flexão estática e impacto e colocados na máquina universal EMIC DL 2000. Após testes preliminares pode se detectar um potencial comercial crescente e a procura por produtos com ecodesign, de baixo impacto ambiental. Pois os resultados preliminares mostraram uma redução de 15% no custo de matéria-prima. Também se conseguiu parametrizar algumas grandezas como: as proporções resíduo: polímero, a temperatura, velocidade de rotação, tempo de residência e tipo de resfriamento nos equipamentos de rotomoldagem. O que se percebeu com este teste preliminares é que será necessário a melhoria de processos e novos compósitos, como é o caso de resíduo de bambu para fabricação em larga escala. Também se faz necessário o desenvolvimento de novoc tipos de moldes, material de molde, tipo de textura e acabamento para fabricação de artefatos como: vasos, moveis para áreas externas, luminárias, lixeiras e brinquedos de parques. Com o investimento no processo de rotomoldagem e controle de qualidade dos compósitos desenvolvidos esperamos desenvolver novos produtos para o mercado de sustentabilidade. A empresa KNE Industria e Comercio LTDA, especializada na fabricação de artefatos de plástico reciclado foi selecionada para desenvolver uma linha de produtos para moveis e decoração. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)