Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e avaliação de um videogame educativo para crianças com Diabetes Mellitus tipo 1

Processo: 14/06603-1
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2014 - 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Pediátrica
Pesquisador responsável:Lucila Castanheira Nascimento
Beneficiário:Lucila Castanheira Nascimento
Instituição Sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesquisadores associados: Valéria de Cássia Sparapani
Assunto(s):Promoção da saúde  Jogos de computador  Crianças  Diabetes mellitus tipo 1 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:criança | Diabetes Mellitus tipo 1 | manejo | promoção da saúde | Videogame | Condições crônicas na infância

Resumo

O diabetes mellitus tipo 1 tem aumentado de forma considerável em todo o mundo, apresentando-se como uma das condições mais comuns na infância e problema sério e crescente de saúde pública no Brasil. O assistência a esta clientela tem como meta alcançar o sucesso do manejo da doença, promovendo educação, desenvolvimento de habilidades e adesão ao tratamento. Para isso, evidencia-se a necessidade de desenvolvimento de novas estratégias, construídas de forma adequada, interativa e centradas nas necessidades das crianças, sendo elas as próprias avaliadoras. A utilização de tecnologia interativa tem demonstrado sucesso como recurso para atingir estes objetivos. Este estudo tem como meta desenvolver e avaliar um videogame educativo, voltado para crianças com diabetes mellitus tipo 1, que aborde questões da fisiopatologia e autocuidado. Trata-se de um estudo que terá como referencial pedagógico a utilização da tecnologia interativa na mudança de comportamentos em saúde e a abordagem centrada no usuário como referencial metodológico para o desenvolvimento de tecnologias como o videogame. Como parte dos passos a serem seguidos para o desenvolvimento do jogo, com base nos referenciais escolhidos, será realizado um levantamento do perfil dos pacientes atendidos no ambulatório de endocrinologia infantil do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, onde a pesquisa será desenvolvida, e, ainda, realizados grupos focais com crianças de 7-12 anos, a fim de identificar as necessidades de aprendizagem sobre a fisiopatologia da doença e do autocuidado, além de conhecer suas preferências sobre o jogo. Após a coleta destes dados serão seguidos os passos para a construção do videogame educativo de acordo com literatura, incluindo a sua avaliação por especialistas da área da saúde, informática e, também, pelas crianças do campo empírico. Espera-se com isso desenvolver um jogo que simule situações reais da vida das crianças em que o conhecimento da patologia e a realização do autocuidado mostram-se necessários. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)