Busca avançada
Ano de início
Entree

Placentation and fetal membrane development in the South American coati, Nasua nasua (Mammalia, Carnivora, Procyonidae)

Resumo

Pesquisas com placenta de carnívoros é concentrada em espécies domésticas, as quais são classificadas em zonarias e labirínticas com barreira endoteliocorial. Porém o quati, Nasua nasua que é uma espécie amplamente distribuída na America do sul, possui poucos trabalhos sobre o desenvolvimento da placenta e das membranas fetais.Os achados em quatro placentas, no terço médio de gestação para final, foram coletados e estudados por macroscopia, histologia, imunohistoquímica e microscopia eletrônica.Os dados suportam o achado de condição ancestral de evolução da placenta carnívora, a qual é filogeneticamente caracterizada por zonaria e labiríntica, com barreira materno fetal do tipo endoteliocorial, com zonas epiteliocoriais e hemocoriais, e um órgão hemofágo para suplemento de ferro e trocas de histiotrofo, além de uma saco vitelineo persistente.Em conclusões,por causa dos mecanismos que mostram a complexidade das zonas de contato ou ancoragem maternofetal em carnívoros e não foram tão estudados num todo, estes carnívoros em si são modelos animais interessantes para diferenciação das barreiras interhemal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)