Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da adesão à terapia anti-hipertensiva na hipertensão resistente pelos métodos diretos e indiretos

Processo: 13/22324-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2014 - 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Giovanio Vieira da Silva
Beneficiário:Giovanio Vieira da Silva
Instituição-sede: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Decio Mion Junior ; Patricia Cardoso Alarcon Hori ; Silvana de Barros
Assunto(s):Hipertensão  Adesão à medicação  Aceitação pelo paciente de cuidados de saúde  Prevalência 

Resumo

A hipertensão arterial constitui um dos maiores problemas de saúde pública no Brasil, apresentando uma prevalência aproximada na população adulta de 25 a 40%. Alguns pacientes hipertensos parecem apresentar resistência à combinação de anti-hipertensivos, o que gera encaminhamentos para especialistas, desencadeando investigações onerosas para o sistema de saúde. Inúmeros estudos estimam que apenas 50% dos pacientes aderem ao tratamento de doenças crônicas. O estabelecimento de um diagnóstico de hipertensão resistente antes da investigação da adesão medicamentosa pode ter implicações clínicas financeiras importantes. Existem diferentes métodos para se avaliar a adesão ao tratamento medicamentoso, entretanto, cada um possui suas vantagens e desvantagens, sejam estas relacionadas à facilidade de aplicação e reprodutibilidade, sejam relacionadas aos custos e precisão. O principal objetivo do estudo é comparar métodos indiretos e direto de avaliação da adesão ao tratamento medicamentoso prescrito em hipertensos resistente. Os objetivos secundários são estimar a prevalência de "hipertensão resistente verdadeira" versus "pseudo-resistência" por não adesão e comparar a adesão ao tratamento medicamentoso em pacientes com "hipertensão resistente controlada" versus "hipertensão resistente não controlada". (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)